Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


Milo: o terror da esquerda

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Ashura em 16/2/2017, 14:12

Já tinha ouvido falar porque tu já mencionou aqui em outra ocasião. 

...

No caso da lei ateniense os comedores de puto também não eram mal-vistos? Embora claro não tanto quanto os próprios putos (I.E. aquele que dá o cu) que eram chamados de palavras como "trazedor de vergonha" ou algo semelhante.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.

Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3932
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Ashura em 16/2/2017, 14:19

"Suponho até que os homens até que os homens que gostam de sodomizar suas companheiras o fazem com algum tipo de desejo fortemente ligado a uma power trip."


Eu diria que no caso masculino brasileiro é, mais simplesmente, um desdobramento do fetiche (se é que a palavra se aplica, senão vai "tara", "preferência sexual", o que for) nacional por nádegas. O cara querer comer a bunda da mina. Mas (trocadilho não intencional) esse buraco é mais embaixo. Já vi estudos sugerindo que a prática do sexo anal heterossexual aumenta com o aumento do homossexualismo (ou seja, da sodomia em si) na sociedade. Esse negócio de sexo anal envolve muitas bizarrias, dava um prato cheio prum Freud da vida (que deve ter falado disso mesmo, imagino).


Não boto a mão no fogo da Grande Rosca Incandescente.




_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.

Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3932
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Joe em 16/2/2017, 22:28

Rant Casey escreveu: Numa coisa eu sou obrigado a concordar com o Donovan, que não sei se diz isso explicitamente em seus livros mas o diz implicitamente em seus artigos: que a masculinidade se encontra decadente a tal ponto, que macheza e honra ficou reduzido a meramente ser hétero. Haja visto que: não se questiona demasiado a masculinidade de um homem por procurar proteger sua vida a todo custo assim evitando qualquer atitude ousada e que requeira coragem; no entanto se desqualifica um por completo, mesmo a despeito de atos heróicos, se este deitou-se com outra coisa que não uma mulher, e de outro modo que não o clinicamente recomendado para a reprodução.

Sim. Ele fala isso explicitamente nos seus livros. Ele atribui esse fenômeno ao que chama de "sociedade de bonobos" que o mundo moderno virou.

Rant Casey escreveu:Um mínimo de campo comum no entanto é fácil de obter: ninguém discorda que a resposta dele pode ser considerada uma baixaria.

Até concordo que foi baixaria, mas dá para entender a reação do Milo pq o outro cara apelou ao acusá-lo de racista.

Rant Casey escreveu:
Abrindo um parêntesis aqui, isso vem ao encontro da minha suspeita de que a homossexualidade romana e grega era acima de tudo uma "hierárquica", e que os autores que se entusiasmam com a possibilidade de uma civilização que fosse uma sauna gay iludem-se: provavelmente era mais como a homossexualidade prisional, de caráter fortemente hierárquico.

Tem um capítulo do Androphilia em que o Donovan fala exatamente isso não apenas dos romanos, mas de outras sociedades antigas. Ele o faz em parte para desmitificar o mito "sauna gay" dos progressistas, mas principalmente para demonstrar que homossexualidade não está desligada de masculinidade, no sentido de que os próprios homos preferem os machões e os homos ativos costumavam ser visto como "machões" em outras sociedades, tipo os romanos, desde que cultivassem virtudes guerreiras e tal (ele dá no livro uma longa lista de homos ativos que foram grandes generais, soldados, aventureiros, etc), enquanto os homos passivos eram visto como o equivalente a mulheres (Donovan não é contra homos passivos e nem acha que um passivo não possa cultivar virtudes guerreiras, ele apenas levanta esse ponto para demonstrar que os homossexuais dividem muitos dos mesmos pressupostos associados a masculinidade).

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3497
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Ashura em 17/2/2017, 08:13

Nem tinha visto esse primeiro post do Rant. Bem que estranhei o caráter sóbrio do que li. Tava faltando um:

"Você e seu purismo dogmático. "

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.

Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3932
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Ashura em 17/2/2017, 08:44

"A primeira é que o Joe afirma que o objetivo do rapaz era usar suas credenciais de Felador Multicultural pra silenciar um crítico progressista e isso teria sido estratégico e instrumental. O que me parece ser realmente o caso. "


Nunca nem toquei no assunto de qual a intenção dele. Isto, no caso, até tu decidir se envolver agora, era o Joe falando sozinho.


"Quanto a "chupar pica ser objetivamente humilhante", não pode haver tal coisa como "objetivamente humilhante". Não há contorcionismo semiótico que se permita afirmar que um caráter subjetivo de uma ação (gloriosa, humilhante, mesquinha) seja objetivo. Objetivamente, só se pode afirmar o caráter concreto de uma ação (bem sucedida, mal sucedida conforme o intento, as leis da física, etc). O restante é subjetivismo. "

Pelo visto a resposta da minha pergunta (que tu fez birra mas não respondeu) é sim. Bem, se chupar pica não for humilhante em si, porque é "subjetivismo", então admitir ser fraco também não é. Afinal, tem que colocar em perspectiva, suas premissas não são as mesmas do hipster afeminado.

Isso é um prato cheio pros caras querendo "redefinir a masculinidade". 

Quanto a se Donovan consideraria isso como flamboyant dishonor ou não...

Bem, em última instância teria que perguntar pra ele. Por um lado ele talvez teria interesse pessoal em dizer que não, afinal, ele mesmo talvez faça isso. Mas no caso seria o ato em si e não se gabar dele, e só isso já fala muito. Fato, Donovan até onde eu vi é bem discreto com a sua conduta. Totalmente diferentemente de um legítimo gay, estilo Milo, que adota a "identidade gay" e doravante precisa sair dizendo por aí que faz isso e aquilo.

Sobre esse aspecto hierárquico que você mencionou, repare que em sua frase o Milo se coloca necessariamente na base dessa hierarquia. Ele está assumindo ativamente o papel feminino da equação.

Bem, se entender o "flamboyant dishonor" a rigor como o Donovan descreveu (veja o vídeo acima) então ele é o sujeito se gabar sobre a falta das quatro virtudes masculinas. Estas são não só força, coragem e competência, mas também honra.

Como tu mesmo disse outra vez, "os homossexuais" (afeminados, sodomitas, quem tomou uma trozoba na boca etc.) eram excluídos da política greco-romana pois esta era o território de homens de posses, e de posse de sua honra.

Daí tu poderia dizer que Donovan discordaria, afinal, vai saber o que ele faz ou deixa de fazer com o tal namorado dele ou sei lá quem (o que é palatável, porque eu quero seguir sem saber). E eu concordo, ele faz o possível pra tentar resgatar o homossexualismo, como que dizendo que é possível um homossexualismo sem afeminação, o que eu não concordo. Pra mim o homossexualismo é uma afeminação per se, pois o sujeito toma para si a sexualidade (no sentido de opção/orientação sexual) da mulher. O Joe, no entanto, aparentemente engoliu. Esta talvez seja a preocupação primária dele (Donovan) aliás, ele foi atrás de uma definição de masculinidade justamente para fazê-lo. 

Mas isso quanto aos atos homossexuais per se. Se gabar deles, como o Milo? Acho que Donovan entenderia isso como desonra sim. Afeminação. Honra envolve se portar de forma digna... Se portar como homem. E não vemos o próprio Donovan agindo como Milo ou como os "gays", de quem já fez questão de se dissociar (chegou a escrever um livro sobre isso, que o Joe acabou de citar) e expressar seu desprezo quanto as suas práticas ("casamento gay", parada gay, etc.)

A desonra ostensiva do Milo atenta justamente contra a virtude da Honra. Se for assim esta é justamente a verdadeira desonra ostensiva, em oposição ao que poderia se chamar, de forma mais específica, de fraqueza ostensiva, covardia ostensiva ou incompetência ostensiva.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.

Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3932
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Ashura em 17/2/2017, 09:18

Numa coisa eu sou obrigado a concordar com o Donovan, que não sei se diz isso explicitamente em seus livros mas o diz implicitamente em seus artigos: que a masculinidade se encontra decadente a tal ponto, que macheza e honra ficou reduzido a meramente ser hétero. Haja visto que: não se questiona demasiado a masculinidade de um homem por procurar proteger sua vida a todo custo assim evitando qualquer atitude ousada e que requeira coragem; no entanto se desqualifica um por completo, mesmo a despeito de atos heróicos, se este deitou-se com outra coisa que não uma mulher, e de outro modo que não o clinicamente recomendado para a reprodução. "


Sim, já falamos aqui sobre isso mais de uma vez, hoje em dia "ser homem" é sinônimo de ser heterossexual. Inclusive com todo o aval justamente dos progressistas. As mulheres, inclusive, são as primeiras, muitas vezes, a dizer que "homem é homem e veado é veado". E mesmo que não digam é o que elas pensam. Bem, até dá pra entender o porquê: Se for homossexual o homem não serve pra o que elas querem e tal... Não serve pra ela enquanto homem, assim como uma lésbica não serve prum homem (heterossexual) enquanto mulher. Se uma mulher falar que quer um homem e aparecer o Milo ou mesmo o Donovan (no início ela pode se agradar, mas está destinada a se frustrar ao conhecê-lo melhor) definitivamente não é disso que ela tava falando.

Aí entra também a "identidade gay" e falar nos homossexuais como se fossem um "terceiro sexo". Isso não existe. Dá viagra pro homossexual que ele engravida uma mulher igual. Muitos, aliás, e digo muitos mesmo, nem do viagra precisariam. Até pouco tempo atrás era comum o "homossexual enrustido" casar e ter filhos, e não caiam no papo de "ah mas era forçado". Eu conheço um caso, na minha família, onde o cara fez porque quis, porque queria ser pai (embora não tenha conseguido, porque sua esposa era estéril).

Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3932
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Milo: o terror da esquerda

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum