Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


A revolta dos homens

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Convidado em 5/10/2015, 11:22

No momento em que homens e mulheres são independentes um do outro economicamente, eles passam a olhar mais para o próprio umbigo do que para o outro lado.

Como investir em família hj é cada vez mais opção, e consumir é quase uma obrigação, não dá para esperar que pessoas (homens e mulheres) tenham a maturidade necessária para pensar em família, ou quando pensam, consigam assumir as responsabilidades.

Note que nisso entra toda a aquela questão discutido em outros tpcs sobre a atomização do individuo, ausência de laços comunitários, individualismo, cultura de vitimismo substituindo a cultura de honra, etc. Tudo isso contribui para uma cultura onde a satisfação de seus desejos imediatos sejam mais importantes do que planos a longo prazo (que geralmente envolvem abdicar de certos prazeres e tbm sacríficios).

.
Essa é uma conclusão bastante significativa e coerente, basicamente o que eu também passei a acreditar, infelizmente.

Quanto mais o homem/mulher tem suas ambições conquistadas (ou sabe que tem o mínimo de capacidade intelectual e força de vontade para que isso aconteça), menos ele pensa em se relacionar sério com o outro/a.

Não sei exatamente o que é pior, se é o individualismo ou o comodismo, mas sei que ambos levam qualquer relação em algum momento ao fracasso.

As pessoas entram numa relação esperando que o outro seja aquilo que ela deseja e estão despreparadas para aceitar aquilo que o outro realmente é na realidade. Quando esses percalços (em teoria) deveriam ser o aprendizado para que a relação "evolua".
Mas não, na primeira frustração já começam os ranços e falta de dialogo (ambos independentes) onde os olhos podem se voltar para "fora", afinal o mundo é um grande parque de "diversões" e não há tanta necessidade assim de estar junto de alguém que vai te frustrar e decepcionar várias vezes.

Todos querem viver na zona de conforto eterna de momentos de "felicidade" longe de ter que enfrentar e lidar com as decepções. O caminho fácil.  

Mais o que eu não entendo é, se escolhem esse caminho de "prazeres e despreocupações" deviam estar felizes e vivendo a vida como se não houvesse amanhã para provar aos outros o quanto essa escolha funciona na prática. Mais porque ainda sim, essas mesmas pessoas parecem tão infelizes e solitárias consigo mesmas?

Não compreendo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Rant Casey em 5/10/2015, 14:51

Joe escreveu:Um complemento interessante ao que falei para o Rant sobre homens hj terem "travado" na mentalidade de 17 anos.

_____________________

Síndrome de Simon: solteiro e imaturo (...)

http://amenteemaravilhosa.com/sindrome-de-simon-solteiro-imaturo/

Aqui bate num ponto em que eu viro o disco.

Textos como esse são aquele patético chororô para que os homens consertem os efeitos indesejados da dita independência feminina.

"Libertar-se das expectativas" pelo visto só é bom se o outro lado não fizer o mesmo.

E que obsessão mesquinha em ficar reparando no que a homarada gasta seu dinheiro?! Durante o texto há várias menções.

Dá pra reduzir esse texto a: "Os bons partidos não estão facilitando serem pegos."

Ora, minha filha... se o peixe não morde teu anzol, melhora a isca!

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por El Topo em 5/10/2015, 18:24

Joe escreveu:
El Topo escreveu:Não sei, acho estranho esse tipo de "movimento". Me lembra uma amélia que cansou de lavar a louça, fazer o almoço e decide passear no shopping sozinha até tomar a próxima surra de pica do marido.

Hahahahahaa

Eu tbm acho estranho.

Na verdade isso nem é bem um movimento pq eles não propõem mudar a sociedade. Propõem que homens mudem suas vidas apenas.

No fundo a coisa se assemelha mais a auto-ajuda do que ao ativismo.

Não tenho nada contra a proposta do MGTOW em si.

O problema é que eles não sabem o que fazer e nem por onde começar. E por isso ficam parecendo um bando de chorões.

Não é como um Jack Donovan. Muito do que ele fala até "fecha" com o MGTOW. A diferença é que Donovan não fica no mimimi.

http://www.peterbeste.com/photography/#/wolves-of-vinland/

Ele propõe soluções, caminhos alternativos, etc. Inclusive tem um livro dele, o "Blood of the Brotherhood", que parece ser sobre isso. No "Código dos Homens" ele tbm dá uma pincelada sobre possíveis alternativas para o homem no mundo moderno.

O problema dos caras é politizar um estilo de vida. Isso invariavelmente acaba acontecendo. Ter alguma frente respondendo por você por causa de seus aparelhos reprodutivos?

Não sei, cara... Muito Clube do Bolinha +18 pra mim. Talvez seja útil em leis que realmente favoreçam de forma escancarada as mulheres ou coisa do tipo, questões parentais e judiciais referentes ao divórcio, aborto e por aí vai.

Se os caras chegaram em uma certa idade e necessitaram de alguma diretriz externa demonstrando como a vida deve ser vivida, algo está errado. Principalmente em caras que amadureceram a visão de que a sociedade é mais culpada do que o indivíduo.

_________________________________________
"Life is just a candle, and a dream must give it flame."
avatar
El Topo
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1069
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Kublai Khan em 5/10/2015, 18:51

É a mesma viadagem dos militantes gays, feministas e afins. Querem fazer merda, mas não querem ser vistos como fazedores de merda. Então exigem que a merda seja chamado de outro nome, e que todo mundo goste de merda. Mesmo que eles próprios detestem o cheiro da merda, e fiquem putinhos quando pisam em alguma.
avatar
Kublai Khan
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 321
Data de inscrição : 05/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Convidado em 5/10/2015, 20:41

MGTOW = um bando de guris de apartamento "revoltados", criados a leite com pêra.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Convidado em 5/10/2015, 21:47

Rant Casey escreveu:
Aqui bate num ponto em que eu viro o disco.

Textos como esse são aquele patético chororô para que os homens consertem os efeitos indesejados da dita independência feminina.

"Libertar-se das expectativas" pelo visto só é bom se o outro lado não fizer o mesmo.

A ala progressista exige "responsabilidade e valores" dos homens, para continuar sustentando o sistema progressista, não porque eles vêem os valores masculinos como algo bom em si mesmo. Vêem os homens como um "mal necessário". Na verdade, o ideal progressista seria que os homens todos fossem gays, e os que cumprissem a função de proteger o sistema fossem trabalhadores-escravos ou soldados eunucos, porque, afinal, sexualidade masculina é feia, é machismo. Bonito e moral é a sexualidade progressista.

E também é bem esquisito ficar cobrando e exigindo responsabilidades. Obrigar o homem a ser forte, austero e resiliente...sabe...é patriarcalismo e machismo.

O paradoxo começa quando os homens querem ser tão progressistas (ou adotar parte do discurso progressista) quanto as mulheres; seja através de putaria (sexo sem compromisso), adotar uma vida de diversão e adolescência prolongada sem obrigações, ou adotando o discurso progressista (o direito de ser tão chorão quanto elas):

https://catracalivre.com.br/geral/cidadania/indicacao/pelo-direito-de-broxar-falir-e-ser-sensivel-campanha-pede-que-homens-libertem-se-do-machismo/

Se as mulheres querem se emancipar, os homens também tem esse direito.

Quando esse Novo Homem aparece, elas ficam reacionárias e conservadoras, já que a brincadeira foi estragada: para se pagar a diversão da igualdade, tem que haver homens brucutus e machistas sustentando e protegendo o sistema "igualitário".

Isso também evidencia outra coisa: movimentos como GDR e similares são parte do problema, porque eles querem terem o direito de serem tão chorões e fracos quanto os progressistas. Isso só conserva o atual sistema.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Joe em 5/10/2015, 22:58

Eric Heisel escreveu:Quando esse Novo Homem aparece, elas ficam reacionárias e conservadoras, já que a brincadeira foi estragada: para se pagar a diversão da igualdade, tem que haver homens brucutus e machistas sustentando e protegendo o sistema "igualitário".

Isso também evidencia outra coisa: movimentos como GDR e similares são parte do problema, porque eles querem terem o direito de serem tão chorões e fracos quanto os progressistas. Isso só conserva o atual sistema.

Outra dor de cabeça que os homens progressistas causam sem querer nas mulheres é quando eles começam com papinhos de que a mulher tem que ser forte e independente.

Enquanto a coisa fica no plano do discurso, o ego delas fica inflado. Coisas do tipo "precisamos de mais mulheres fortes e independentes no cinema e na literatura".

Mas quando aparece um MRA perguntando "pq mulheres não se alistam no exército?", eles metem o dedo na ferida, e elas começam com discursos de "devia se alistar no exército apenas quem quer".

Ou seja, no plano simbólico (cinema e literatura) pode chover Rambos de saias à vontade, mas na vida real todo mundo deve ter o "direito" de escapar do serviço militar.

O dedo na ferida é apontar que o sistema não se sustenta sozinho: se o novo homem é sensível e delicado, alguém vai ter que ser o brucutu e segurar as pontas. E há o risco de acabar sobrando para as mulheres a função. E o pior de tudo, elas ficam numa saia justa na hora de exigir "macheza" pq foram elas próprias que lutaram contra a macheza em primeiro lugar.

O resultado é que o progressista tenta sair pela tangente: daí começam uma fetichização da "educação" e "conscientização" como meios de acabar com todos os problemas sociais. Seria algo nas linhas "se todo mundo for 'educado' e 'conscientizado', ninguém mais precisará ser machão pq seremos todos ovelhinhas bem comportadas".

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3503
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A revolta dos homens

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum