Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


Era do tédio ou idade do tédio?

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por NicolasPK em 1/9/2015, 14:51

Joe escreveu:
Ashura escreveu:
Seu Fausto escreveu:Pegando só uma parte da vida, uma coisa que está chata pra caramba é a indústria do entretenimento: já contaram quase todas as histórias em filmes, não existe mais um ídolo brutões da música (como Michael Jackson, p.ex.), hoje temos infinitos cantores e infinitas bandas ... que surgem e desaparecem.  Games nunca mais consegui jogar sozinho ... tudo muito chato ...

Resumindo, tá tudo altamente saturado.

Mas no caso de filmes ruins, boa parte da ruindade é a necessidade do filme ser politicamente correto...

E tbm pq os gênios do cinema estão morrendo e novos não estão aparecendo.

Morre Wes Craven, pai de Freddy Krueger e criador de 'Pânico'
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/08/1675732-morre-wes-craven-criador-de-panico-e-freddy-krueger.shtml

Perguntaram que grande mestre do cinema do horror temos hoje? É só cineasta meia boca tipo Rob Zombie. Hj não temos nada no nível de um Craven ou John Carpenter.

Se a decadência de uma sociedade pode ser medida pela incapacidade desta de produzir novos gênios, então estamos começando a ir ladeira abaixo.

O que é mais triste no cinema atual é os filmes do Tarantino serem considerados bons.
avatar
NicolasPK
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1496
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 1/9/2015, 15:53

NicolasPK escreveu:
Joe escreveu:
Ashura escreveu:
Seu Fausto escreveu:Pegando só uma parte da vida, uma coisa que está chata pra caramba é a indústria do entretenimento: já contaram quase todas as histórias em filmes, não existe mais um ídolo brutões da música (como Michael Jackson, p.ex.), hoje temos infinitos cantores e infinitas bandas ... que surgem e desaparecem.  Games nunca mais consegui jogar sozinho ... tudo muito chato ...

Resumindo, tá tudo altamente saturado.

Mas no caso de filmes ruins, boa parte da ruindade é a necessidade do filme ser politicamente correto...

E tbm pq os gênios do cinema estão morrendo e novos não estão aparecendo.

Morre Wes Craven, pai de Freddy Krueger e criador de 'Pânico'
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/08/1675732-morre-wes-craven-criador-de-panico-e-freddy-krueger.shtml

Perguntaram que grande mestre do cinema do horror temos hoje? É só cineasta meia boca tipo Rob Zombie. Hj não temos nada no nível de um Craven ou John Carpenter.

Se a decadência de uma sociedade pode ser medida pela incapacidade desta de produzir novos gênios, então estamos começando a ir ladeira abaixo.

O que é mais triste no cinema atual é os filmes do Tarantino serem considerados bons.

Até acho que o Tarantino tem seu valor.

Minha teoria é que, como falta nomes realmente bons, o primeiro um pouco acima da média começa a ser hipervalorizado.

Note que esse é um fenônemo geral. Basta ver todo o "hype" em torno do novo Mad Max. Um filme apenas legalzinho, mas que já estão chamando de "novo clássico".

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 1/9/2015, 16:05

Acho um bom filme, mais do que "legalzinho". Principalmente por causa da cultura dos War Boys/Joe. Mas chamar de clássico é forçar a amizade.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por NicolasPK em 1/9/2015, 16:21

Joe escreveu:
NicolasPK escreveu:
Joe escreveu:
Ashura escreveu:
Seu Fausto escreveu:Pegando só uma parte da vida, uma coisa que está chata pra caramba é a indústria do entretenimento: já contaram quase todas as histórias em filmes, não existe mais um ídolo brutões da música (como Michael Jackson, p.ex.), hoje temos infinitos cantores e infinitas bandas ... que surgem e desaparecem.  Games nunca mais consegui jogar sozinho ... tudo muito chato ...

Resumindo, tá tudo altamente saturado.

Mas no caso de filmes ruins, boa parte da ruindade é a necessidade do filme ser politicamente correto...

E tbm pq os gênios do cinema estão morrendo e novos não estão aparecendo.

Morre Wes Craven, pai de Freddy Krueger e criador de 'Pânico'
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/08/1675732-morre-wes-craven-criador-de-panico-e-freddy-krueger.shtml

Perguntaram que grande mestre do cinema do horror temos hoje? É só cineasta meia boca tipo Rob Zombie. Hj não temos nada no nível de um Craven ou John Carpenter.

Se a decadência de uma sociedade pode ser medida pela incapacidade desta de produzir novos gênios, então estamos começando a ir ladeira abaixo.

O que é mais triste no cinema atual é os filmes do Tarantino serem considerados bons.

Até acho que o Tarantino tem seu valor.

Minha teoria é que, como falta nomes realmente bons, o primeiro um pouco acima da média começa a ser hipervalorizado.

Note que esse é um fenônemo geral. Basta ver todo o "hype" em torno do novo Mad Max. Um filme apenas legalzinho, mas que já estão chamando de "novo clássico".

Tarantino é puro hype. A obra prima dele, Pulp Fiction, não tem nada de memorável.
A real é que após Matrix, Hollywood não produziu nada de novo. De quando em vez saem alguns filmes bons, mas nada que supere a última grande obra norte-americana - Gladiador. Não é por menos que a indústria cinematográfica tem voltado os seus olhares para o Oriente e o Velho Mundo. Hollywood tem muito a aprender com Oldboy.
avatar
NicolasPK
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1496
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Rant Casey em 1/9/2015, 18:01

Acho que As Aventuras de Pi poderia ter sido bem aproveitado se o ângulo horripilante do filme não tivesse ficado 99,99% por cargo de quem assistiu e reinterpretou o filme: a possibilidade de que o "tigre" era na realidade o indiano; a hiena o cozinheiro do navio; o orangotango a mãe dele; e os atuns que o vegetariano comeu contrariado na realidade fossem os membros do bote.

hehehe.

Em tempo, o autor do livro admitiu que plagiou sim o Moacyr Scliar.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 2/9/2015, 00:44

Rant Casey escreveu:Acho que entendo o Joe. Não é questão de lutar ser útil ou fazer bem. É tão bom quanto construir um Bunker para caso estoure a terceira guerra mundial...

Nesse ponto sua dimensão é mais simbólica do que concreta, mas um simbolismo que Kaczinsky caracterizaria como "Atividade Acessória", ou seja, coisas que a gente inventa para satisfazer uma necessidade acima de tudo abstrata, devido a viver numa sociedade industrial em que as necessidades mais imediatas - e que conferem maior autonomia do ponto de vista do Ciclo de Poder dele - são já garantidas.

Tive um insight agora.

Foi levantada a hipótese de que as pessoas gostam de histórias de zumbis pq no fundo se identificam com zumbis.

Mas proponho outra alternativa. Uma alternativa que casa com o Kaczinsky.

No novo seriado Fear the Walking Dead, acompanhamos como se dá o fim da civilização. Tudo é mostrado pela perspectiva de uma família vivendo sua vidinha SWPL. Eles e a população geral estão alheios ao fato de que os zumbis estão se multiplicando e o fim do mundo como nós conhecemos está próximo.

Tem um personagem que está um pouco melhor informado que os outros e sabe que o fim da civilização está perto (não vou explicar como ele sabe para não largar spoilers) que diz para outro personagem algo que, depois deste tpc, me chamou a atenção:

"Em breve não haverá mais celulares, mais internet, mais eletricidade, mais governo, mais nada. Você tem que juntar o máximo de mantimentos que puder e sair da cidade o quanto antes".

Observem que curioso: com tanta coisa mais importante para se sentir falta no mundo moderno (como comida enlatada, por exemplo) a primeira coisa que o personagem menciona são celulares e internet. Coincidência? Alguns dizem que isso não existe.

Minha teoria do que pq  os zumbis estão tão em alta:

Pessoas estão cansadas do modo de vida moderno. Estão cansadas de acordar ao som de despertadores, estão cansadas de pegar trânsito, estão cansadas de trabalhar num escritório, estão cansadas de internet e smartphones.

Elas não tem consciência disso, assim como um viciado não tem consciência de que as drogas lhe fazem mal.  Mas, tal qual o viciado que sabe que no fundo as drogas o estão destruindo, no fundo as pessoas sabem que a vida moderna é uma zumbificação.

Porém, o conceito de mortos se erguendo também significa a queda da civilização.

Reparem: no mundo do apocalipse zumbi vc não tem nenhum dos confortos da vida moderna (celular, micro-ondas, etc). Noutro giro, vc é mais livre do que nunca. Sem estado, sem leis, tudo agora depende de vc e do grupo de pessoas com quem vc  se associa para sobreviver.

Esse cenário é bem parecido com o modo de vida primitivo, onde zumbis tomam o lugar de animais selvagens e outros grupos de sobreviventes o lugar de tribos potencialmente perigosas ou rivais. Não é a toa que nessas histórias as pessoas fogem dos grandes centros urbanos, infestados de zumbis, e se refugiam no mato. Formam sociedades de caçadores coletores ou pequenos feudos.

Nesse cenário as pessoas tbm terão que estreitar os laços de amizade e companheirismo para sobreviver. Não há mais espaço para letargia ou apatia. Tudo isso casa com as ideias do unabomber sobre a necessidade humana de ter controle sobre a própria vida e como a sociedade industrial nos priva disso.

Pode-se colocar dos seguintes termos: por um lado as pessoas sabem (inconscientemente) que estão zumbificadas e se enxergam nos zumbis, mas por outro lado, uma parte delas anseia fugir disso. Anseia escapar dos grandes centros urbanos infestados de zumbis e buscar outro modo de vida.  A figura do sobrevivente do apocalipse, tendo que andar em grupos matando zumbis, lutando com outros grupos e caçando nas matas para sobreviver, oferece uma fantasia escapista da realidade letárgica zumbificadora do dia a dia.

O apocalipse zumbi é, por mais estranho que possa parecer, um cenário onde as pessoas  tem a oportunidade de se sentirem vivas de um jeito que, na nossa sociedade moderna industrial, não se sentem.

Ps: Rant, se eu estiver certo, somente com um apocalipse zumbi vc vai conseguir juntar um pessoal para fazer jams e churrascos, hehehehe

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 2/9/2015, 03:10

Na boa, esse papo de zumbi é muito tosco.

Ainda mais walking teta que tenta levar a sério. Só podia ser coisa de SWPL mesmo. Se for usar zumbis pelo menos é pra escrachar, como Romero e aquele clássico "retorno dos mortos vivos" onde eles comiam cérebros. Filmão.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 2/9/2015, 14:48

Ashura escreveu:Na boa, esse papo de zumbi é muito tosco.

Ainda mais walking teta que tenta levar a sério. Só podia ser coisa de SWPL mesmo. Se for usar zumbis pelo menos é pra escrachar, como Romero e aquele clássico "retorno dos mortos vivos" onde eles comiam cérebros. Filmão.

Mas o zumbi moderno já nasceu como crítica social.

Vc está confundindo o "A Noite dos Mortos-Vivos", filme do George Romero que fundou o gênero, com "A Volta dos Mortos-vivos", filme de humor negro dos anos 80 que parodia/homenageia o Romero.

O "Noite dos Mortos-Vivos" é um filme cheio de subtextos sociais (o heroi é negro, só para ficar num exemplo) e eu postei lá atrás uma cena do "Despertar dos Mortos", tbm do Romero, que é uma crítica a sociedade de consumo.

O The Walking Dead tenta é seguir os passos do Romero tratando o tema a sério.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por NicolasPK em 2/9/2015, 15:31

Joe teve um insight primoroso, um vislumbre da verdade oculta nas pequenas nuances do simbolismo dos mortos que vagueiam por aí.

Ashura, Aquele Que Não Gosta De Nada, achou tosco, pra variar.
avatar
NicolasPK
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1496
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 2/9/2015, 16:33

"Vc está confundindo o "A Noite dos Mortos-Vivos", filme do George Romero que fundou o gênero, com "A Volta dos Mortos-vivos", filme de humor negro dos anos 80 que parodia/homenageia o Romero."

Tava falando dos filmes do Romero E d'A volta dos mortos-vivos, que esses eu gosto.

"Joe teve um insight primoroso, um vislumbre da verdade oculta nas pequenas nuances do simbolismo dos mortos que vagueiam por aí.

Ashura, Aquele Que Não Gosta De Nada, achou tosco, pra variar."


Na verdade por "esse papo de zumbis" tava falando dos filmes/quadrinhos de zumbis mesmo, a maioria (Tipo walking dead) eu acho tosco.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 2/9/2015, 16:36

Pelo visto meu post ficou ambiguo, digitei de madrugada...

Não tava me referindo ao post do Joe (Que eu nem li direito) tô falando dessa obsessão da cultura pop moderna por zumbis e ainda mais o dramalhão que geralmente são os filmes com eles. Os do Romero e esse dos cérebros são bons pq é um relaxo total.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 2/9/2015, 16:45


_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 2/9/2015, 17:06

Ashura escreveu:Pelo visto meu post ficou ambiguo, digitei de madrugada...

Não tava me referindo ao post do Joe (Que eu nem li direito) tô falando dessa obsessão da cultura pop moderna por zumbis e ainda mais o dramalhão que geralmente são os filmes com eles. Os do Romero e esse dos cérebros são bons pq é um relaxo total.

O próprio Romero acha isso do The Walking Dead. Ele foi convidado a dirigir um episódio, mas declinou dizendo que o seriado é uma "novela com zumbis".

Mas se vc quer algo mais próximo a linha do Romero, recomendo o Fear the Walking Dead. Nesse seriado os dramas pessoais estão em segundo plano e o apocalipse zumbi é o foco mesmo.

Embora seja cedo para opinar (só teve dois episódios até agora) tenho que confessar que estou achando melhor que o próprio The Walking Dead. Eles estão focando como os zumbis estão se multiplicando e como as pessoas tem fé demais na capacidade de nossas instituições de resolverem os problemas (é um reflexo do senso comum de que as autoridades são capazes de resolver os problemas sociais) e continuam vivendo suas vidinhas normalmente, mesmo quando todos os sinais de colapso estão a sua volta.

Como o espectador sabe de antemão que a civilização vai acabar, mas os personagens não, o clima de suspense é ótimo.

É bom tbm pq não tem nenhum personagem metido a Rambo. São pessoas normais mais preocupadas em fugir do que atirar em zumbis (ps: elas ainda não sabem que são zumbis. E é outro acerto do seriado. Tudo o que sabem, e via mídia, é claro, é que tem uma doença tornando as pessoas agressivas e violentas).

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Convidado em 2/9/2015, 19:54

A maior parte das pessoas dessa comunidade são tediosas - sobram palavras, falta atitude.
Quem faz seu rolê é você mesmo.
Falow ae!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 3/9/2015, 00:40

Redondo_Bailando_Kuduro escreveu:A maior parte das pessoas dessa comunidade são tediosas - sobram palavras, falta atitude.
Quem faz seu rolê é você mesmo.
Falow ae!

Então vai fazer seu rolê e cai fora desse grupo.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Ashura em 3/9/2015, 01:37

Nas imortais palavras do Alvarenga... Ban no Redondo.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Rant Casey em 3/9/2015, 10:32

Ashura escreveu:Nas imortais palavras do Alvarenga... Ban no Redondo.

A voz do povo é a voz de Deus.

E em homenagem à memória do Alvarenga, Redondo expulso por 15 dias.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 3/9/2015, 10:32

Rant, tem uma coisa que vc falou que me pareceu um pouco contraditória.

Primeiro vc diz:

"Esse cansaço é realmente físico e mental... ou por acaso o "músculo da euforia" se tornou flácido nessa gente?

De outro lado também, boa sorte tentando arrancar a cara das pessoas da telinha do celular. Uma marca de cerveja do RS chegou a inventar um daqueles "isopores pra cerveja" (que os bares botam as garrafas dentro) que causa interferência e mal funcionamento do celular: pra ver se as pessoas conversam em vez de ficar com a cara no facebook.


Depois vc diz:

Quanto mais me retraio de redes sociais, mais vida social tenho tido, e MENOS disposição pra discutir ou "intervir" nessa câmara de ecos (recheada de retardados com apitos) que é a internet.

Mas o ponto todo de seu post não é justamente a dificuldade de reunir as pessoas para fazer algo? Como vc pode alegar estar tendo mais vida social se as pessoas, segundo vc, tem menos disposição para fazer as coisas?

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Rant Casey em 3/9/2015, 14:40

Joe escreveu:Rant, tem uma coisa que vc falou que me pareceu um pouco contraditória.

Primeiro vc diz:

"Esse cansaço é realmente físico e mental... ou por acaso o "músculo da euforia" se tornou flácido nessa gente?

De outro lado também, boa sorte tentando arrancar a cara das pessoas da telinha do celular. Uma marca de cerveja do RS chegou a inventar um daqueles "isopores pra cerveja" (que os bares botam as garrafas dentro) que causa interferência e mal funcionamento do celular: pra ver se as pessoas conversam em vez de ficar com a cara no facebook.


Depois vc diz:

Quanto mais me retraio de redes sociais, mais vida social tenho tido, e MENOS disposição pra discutir ou "intervir" nessa câmara de ecos (recheada de retardados com apitos) que é a internet.

Mas o ponto todo de seu post não é justamente a dificuldade de reunir as pessoas para fazer algo? Como vc pode alegar estar tendo mais vida social se as pessoas, segundo vc, tem menos disposição para fazer as coisas?

Pode ter ficado confuso mas não há contradição, caro Joe. Permita-me:

O que quis dizer na segunda parte é que não tenho disposição pra discutir, pra procurar pêlo em ovo em debates. Sair um pouco daquela "síndrome do não fui consultado" que acomete o internauta:



Menos disposição pra discutir, mais disposição para fazer coisas!

E aí que eu vi que tem sido difícil - mas não impossível, e sim desnecessariamente DIFÍCIL - conseguir quórum pra fazer as coisas.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por NicolasPK em 3/9/2015, 15:16

Rant Casey escreveu:
Joe escreveu:Rant, tem uma coisa que vc falou que me pareceu um pouco contraditória.

Primeiro vc diz:

"Esse cansaço é realmente físico e mental... ou por acaso o "músculo da euforia" se tornou flácido nessa gente?

De outro lado também, boa sorte tentando arrancar a cara das pessoas da telinha do celular. Uma marca de cerveja do RS chegou a inventar um daqueles "isopores pra cerveja" (que os bares botam as garrafas dentro) que causa interferência e mal funcionamento do celular: pra ver se as pessoas conversam em vez de ficar com a cara no facebook.


Depois vc diz:

Quanto mais me retraio de redes sociais, mais vida social tenho tido, e MENOS disposição pra discutir ou "intervir" nessa câmara de ecos (recheada de retardados com apitos) que é a internet.

Mas o ponto todo de seu post não é justamente a dificuldade de reunir as pessoas para fazer algo? Como vc pode alegar estar tendo mais vida social se as pessoas, segundo vc, tem menos disposição para fazer as coisas?

Pode ter ficado confuso mas não há contradição, caro Joe. Permita-me:

O que quis dizer na segunda parte é que não tenho disposição pra discutir, pra procurar pêlo em ovo em debates. Sair um pouco daquela "síndrome do não fui consultado" que acomete o internauta:



Menos disposição pra discutir, mais disposição para fazer coisas!

E aí que eu vi que tem sido difícil - mas não impossível, e sim desnecessariamente DIFÍCIL - conseguir quórum pra fazer as coisas.

Que o diga reunir os anarcas da ESA.
avatar
NicolasPK
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1496
Data de inscrição : 10/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por StellaMaris em 3/9/2015, 16:35

(Querido diário,)
Há alguns anos venho tendo problemas para me relacionar com pessoas.
Quando decidi participar de comunidades do Orkut, esse problema, essa "antisocialidade", parou de me preocupar tanto (porque viver sózinho pode ser interessante, mas não é fácil). Talvez eu tenha mesmo é parado de perceber o quanto eu havia me isolado. Era comodo - e satisfatório - fazer meu log in, conversar sobre algum tema que me interessasse, fazer um amigo aqui, outro ali e... log out assim que estivesse exausta de me relacionar com pessoas. Ninguem viria a minha casa, não haveria convites para um programa qualquer (e se houvesse, bastava não corresponder).

Por isso senti muito quando enterraram o Orkut, pois aquela era a simulação de vida social que eu podia manter. A verdade é que a vida on line tornou minha vida off line muito mais excêntrica e isolada, ao ponto de que hoje, cansada de toda essa bobagem que se tornou o relacionamento entre pessoas via redes sociais, não conseguir achar o caminho de volta para a vida social real. Entediada, muito entediada e distante.
avatar
StellaMaris
Moderador
Moderador

Mensagens : 308
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Hannibal Lecter em 3/9/2015, 17:14

NicolasPK escreveu:
Joe escreveu:
NicolasPK escreveu:
Joe escreveu:
NicolasPK escreveu:Sobre a apatia, vejo-a generalizada em todos nós, mas com mais força nos mais novos, o que era de se esperar, já que eles têm uma infância com atividades diferentes da nossa.

E qual a opinião dos confrades arcaicos sobre o campo de guerra virtual que as redes (anti) sociais viraram? O que as pessoas tem de apatia no mundo real elas tem de fúria no facebook.

É incrível a disposição do povo para brigar por trivialidades na internet. Se toda essa energia fosse empregada para protestar nas ruas, os grandes centros urbanos já teriam sido consumidos em chamas.

Pergunto pq me parece que as pessoas estão substituindo a vida real pela virtual. Tudo o que Rant observou que falta nas pessoas no mundo real, vc encontra no mundo virtual, só que numa versão muito piorada.

A internet sempre foi um campo de batalha. Há dez anos atrás fui ameaçado de morte (e de ação judicial) por todo tipo de gente em várias comunidades do finado Orkut, por isso achei esquisito o post daquela tu a amiga.

Caramba! Em que tipo de comunidades do orkut vc andava? Shocked

Até a pesquisa do google acha que o facebook tá pior que o orkut, rs

https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=facebook%20%C3%A9%20pior%20que%20orkut

Mas falando sério, acho que  facebook virou esse poço de ódio maior que o orkut por causa do formato.

No seu perfil vc escreve diariamente qualquer bosta que vc quiser e tem controle absoluto. Se vc quiser, pode escrever o quanto acha o Fear the Walking Dead um lixo e, se alguém discordar, vc bloqueia.

Não era como no orkut. Se vc quisesse falar que coisa tal era uma bosta, vc teria que ir numa comunidade qualquer para expressar sua opinião. E se alguém discordasse, vc não podia simplesmente bloquear e tinha que debater. Mesmo no antro de loucos que era a OLODM, ainda assim havia um pouco de ordem que a moderação imponha e se alguém falasse algo como "todas as mulheres são vadias", teria que aguentar os discordantes e a moderação só agiria se alguma regra (geralmente a "não ofenda") fosse infrigida. Mas no facebook não é assim. Na sua linha do tempo vc diz o que quer e bloqueia quem te desagrada. Se a pessoa que discordou está certa ou não, não importa.

O que estou tentando dizer é que o facebook estimula um tipo de síndrome de "dono do mundo". Na sua Linha do Tempo vc pode falar o que quiser e não precisa ouvir opiniões discordantes. Isso estimula sua intolerância e a sensação de que a sua Linha do Tempo é seu mundinho no qual vc é o Deus Todo-poderoso.

(No mundo real não é assim. Pessoas vão te contrariar e vc não pode simplesmente bloqueá-las. Vc tem que aprender a lidar com contrariedades e saber defender suas ideias, ou se defender na porrada mesmo, pq não existe a opção "bloquear" no mundo real)

Mas além do facebook, apesar do formato propício a incentivar uma mentalidade "minha linha do tempo é meu mundinho e ninguém pode me contrariar", há também o fator externo do fenômeno da Justiça Social. O facebook é o veículo perfeito para esse tipo de atitude se alastrar.

Ps: tá acompanhado o Fear the Walking Dead?

Na Black Metal Brasil e as que vieram depois fui ameaçado pelo menos por cinco sujeitos (a do 7CAMPAS desconsiderarei), sendo um deles de uma banda razoavelmente famosa no meio (Mythological Cold Towers). Disse ele que passaria o "rolo compressor corintiano (ou paulista, não lembro ao certo)" sobre mim.

Lady of Blood, da banda Occultan, ameaçou tomar as medidas legais cabíveis contra a minha pessoa.

Na Orgulho Branco/Eurodescendentes fui ameaçado por nazistas, skinheads, white pardos e, inclusive, nazi-ocultistas.

Teve uma época que fiz um dossiê sobre uma banda nazista daqui de Porto Alegre. Foi uma chuva de ameaças e intimidação.

Sim, eu usava perfil verdadeiro, com foto e álbum desbloqueado  Evil or Very Mad

Saudades do tempo de comunidades de Black Metal no orkut... Onde o 7campas marcava de trocar porrada (e sempre apanhava), onde satanistas do Pará ameaçavam de ir matar satanistas do extremo sul do Brasil.
avatar
Hannibal Lecter
Newbie
Newbie

Mensagens : 58
Data de inscrição : 11/07/2014
Idade : 26

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 4/9/2015, 00:26

Falando em fúria de facebook, me aparece essa notícia.

'Impotentes e frustrados' são os mais agressivos na internet, diz psicóloga

BBC Brasil - Estamos mostrando o nosso 'lado negativo' nas redes sociais?
Pamela Rutledge - As pessoas são as mesmas, online ou offline. Mas a internet tem a ver com respostas rápidas. As pessoas falam sem pensar. É diferente da experiência social offline, em que você se policia por conta da proximidade física do interlocutor. Nós já estamos acostumados com a ideia de que nosso comportamento obedece a regras sociais, mas ainda não percebemos que o mesmo vale na internet.

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150831_salasocial_agressividade_internet_rs

Moral da história:


_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 4/9/2015, 16:28

StellaMaris escreveu:
Por isso senti muito quando enterraram o Orkut, pois aquela era a simulação de vida social que eu podia manter. A verdade é que a vida on line tornou minha vida off line muito mais excêntrica e isolada, ao ponto de que hoje, cansada de toda essa bobagem que se tornou o relacionamento entre pessoas via redes sociais, não conseguir achar o caminho de volta para a vida social real. Entediada, muito entediada e distante.

Não sei se o orkut, se ainda estivesse ativo, não iria se transformar na mesma palhaçada que o facebook.

Já foi discutido aqui que o formato do facebook é mais propício a baixaria e polêmica do que o orkut, mas o facebook sozinho não transforma ninguém em maluco, assim como um carro por si só não transforma ninguém em um assassino.

Me parece que as pessoas, com o passar do tempo, começaram a perceber (e se acostumar) que na internet podem ser hostis e intolerantes do jeito que gostariam de ser na vida real, mas não podem, o que culminou com o cenário que vemos hoje.

Minha teoria é que, se vc quer descobrir como uma pessoa realmente é, converse com ela pela internet.

"Dê ao homem uma máscara e ele falará a verdade" - Oscar Wilde.


Última edição por Joe em 4/9/2015, 16:52, editado 3 vez(es)

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Joe em 4/9/2015, 16:46

Rant Casey escreveu:
Joe escreveu:Rant, tem uma coisa que vc falou que me pareceu um pouco contraditória.

Primeiro vc diz:

"Esse cansaço é realmente físico e mental... ou por acaso o "músculo da euforia" se tornou flácido nessa gente?

De outro lado também, boa sorte tentando arrancar a cara das pessoas da telinha do celular. Uma marca de cerveja do RS chegou a inventar um daqueles "isopores pra cerveja" (que os bares botam as garrafas dentro) que causa interferência e mal funcionamento do celular: pra ver se as pessoas conversam em vez de ficar com a cara no facebook.


Depois vc diz:

Quanto mais me retraio de redes sociais, mais vida social tenho tido, e MENOS disposição pra discutir ou "intervir" nessa câmara de ecos (recheada de retardados com apitos) que é a internet.

Mas o ponto todo de seu post não é justamente a dificuldade de reunir as pessoas para fazer algo? Como vc pode alegar estar tendo mais vida social se as pessoas, segundo vc, tem menos disposição para fazer as coisas?

Pode ter ficado confuso mas não há contradição, caro Joe. Permita-me:

O que quis dizer na segunda parte é que não tenho disposição pra discutir, pra procurar pêlo em ovo em debates. Sair um pouco daquela "síndrome do não fui consultado" que acomete o internauta:



Menos disposição pra discutir, mais disposição para fazer coisas!

E aí que eu vi que tem sido difícil - mas não impossível, e sim desnecessariamente DIFÍCIL - conseguir quórum pra fazer as coisas.

Ah, entendi.

Gostei do "síndrome do não fui consultado", rsrsrs.

Se formos pelo pensamento do Kaczynski, isso de "não fui consultado" seria uma manifestação do "ciclo de poder" que ele fala, ou seja, vc quer sentir que tem poder sobre o mundo.

As redes sociais oferecem uma ilusão de poder.

Explico: teve um maluco uma vez que escreveu no face dele uma crítica ao Felipe Neto e terminou com um "espero que o Felipe Neto leia isso". Sacou o ego do sujeito? Ele acha que o que ele disse é tão importante que chamará a atenção do Felipe Neto.

Entende? O sujeito quer se sentir importante, e as redes sociais oferecem essa ilusão, enquanto Felipe neto nem ficou sabendo que o sujeito falou sobre ele.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Era do tédio ou idade do tédio?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum