Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


Tese do retorno a infância.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tese do retorno a infância.

Mensagem por White Witch em 23/7/2015, 10:55

A infância é o período onde não existem preocupação, nem com saúde nem sociais, todo mundo passa a mão na sua cabeça. Isso é, a infância é um universo idílico biológico(sem problemas de saúde), materiais(sem preocupações financeiras), sociais(todo mundo lhe trata bem e tudo que os adultos lhe dizem, vc assume como verdade, não se conhece bem a hipocrisia do mundo) .

A medida que envelhecemos, parece que o cérebro tenta avisar de alguma forma que precisaremos de mais cuidados e mais precaução. O sujeito então "racionaliza" essas preocupação e alertas.

Uma dessas racionalizações mais comuns é o "primeiro mundismo", o sujeito imagina um lugar onde as pessoas sejam sincera e 'educadas', o preços sejam baratos e exista um sistema de saúde "top". Essas racionalização toma choque com a realidade, muito turista que vai a França por exemplo não concebe ou reluta em aceitar que franceses são antipáticos e que há batedores de carteira em Paris. Na racionalização estilo "primeiro-mundismo" tendem a imaginar nações como asilos pra velhos de luxo. A neurose com "serviço de qualidade", transfigurada em conflitos com garçons em restaurantes é uma manifestação de um desejo por um mundo cheio de "enfermeiros".

Do lado oposto, muito gente que vive em metrópoles com "alta qualidade de vida", racionaliza o bom selvagem, seja um gringo rico ou brasileiro meia-boca, o negócio é tirar férias em lugar isolado, ou mesmo se meter  no meio de tribos bastante esquisitas.

Isso não se limita a imaginação de mundos idílicos, mas a racionalização de sistemas políticos e sociais.

Se essa racionalização já é um fenômeno normal devido a "alarmes" que o cerebro envia, há outro agravante que é o fenômeno da infância e adolescência se estender ainda mais. Isso é, a diferença entre ontem e hoje é que as pessoas mais tempo dentro do período "idílico/utópico" do que antes.

Quanto mais educada a pessoa, mas elaborada é a racionalização, as pessoas com pouca instrução se limitar a entender simplesmente que "as coisas não são como queremos". Já o homem educado moderno é mais propenso a crer que com tecnologia e conhecimento "tudo é possível", o ápice dessa mentalidade é crença no poder de engenharias sociais.

_________________________________________
TUTORIAL=> Encurtando e criptografando links
avatar
White Witch
Webmaster
Webmaster

Mensagens : 1777
Data de inscrição : 02/07/2014
Localização : Seversk - Rússia

http://eusouarcaico.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por DuFf Mckagan em 23/7/2015, 10:59

Resumindo, é um conflito entre como as coisas são e como as pessoas querem que elas sejam?
avatar
DuFf Mckagan
SWPL Aprendiz
SWPL Aprendiz

Mensagens : 200
Data de inscrição : 18/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por White Witch em 23/7/2015, 11:01

BÔNUS TRACK, as pessoas tem menos filhos, e como o Black Sabbath diz, observar crianças crescendo é um meio de "manter a sanidade".
.
Superstitious century
Didn't time go slow
Separating sanity
Watching children grow

Synchranated underneath
The Spiral sky
Silver ships on plasmic oceans
In disguise

Of all the things I value most in life
I see my memories
And feel their warmth
And know that they are good

You know that I should

Watching eyes of celluloid
Tell you how to live
Metophoric motories
Say give, give, give
Laphitistic love is showing
How to lead the way
Spiral City architect
I feel you're pain
.

_________________________________________
TUTORIAL=> Encurtando e criptografando links
avatar
White Witch
Webmaster
Webmaster

Mensagens : 1777
Data de inscrição : 02/07/2014
Localização : Seversk - Rússia

http://eusouarcaico.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Joe em 24/7/2015, 03:13

White Witch escreveu: Quanto mais educada a pessoa, mas elaborada é a racionalização, as pessoas com pouca instrução se limitar a entender simplesmente que "as coisas não são como queremos". Já o homem educado moderno é mais propenso a crer que com tecnologia e conhecimento "tudo é possível", o ápice dessa mentalidade é crença no poder de engenharias sociais.

Sei de um caso que cai como uma luva na tese do WW.

Aquele escritor de ficção-científica da Carta Capital. O Antônio Luiz Costa.

O velho tem uma série de contos publicados em diversas antologias que se passa numa realidade alternativa onde o rei de portugal, após uma invasão estrangeira no século XVI, é obrigado a se refugiar no Brasil, criando uma linha temporal diferente da nossa.

Vejam a boiolagem:


O resultado é um Brasil que puxa a revolução industrial no século XVII e se torna a cabeça de um império “onde o sol nunca se põe”, uma versão tropical, meio indígena, meio quilombola e nada vitoriana do Império Britânico em seu The 23-year-old model had his first best-driving-school.com lesson on Friday after a previous 18 month best-driving-school.com ban due to an accident whilst he was learning to drive. apogeu. Trata-se de um império bilíngue e multicultural, pluralista e tolerante nos costumes, onde português e tupi são as línguas oficiais e muitos inventos e tecnologias recebem nomes e características indígenas. O trem é boitatá, o dirigível é igabebé, o navio a vapor igatatá e assim por diante. A moeda é o cruzeiro, uma moeda de ouro com valor equivalente ao da libra esterlina vitoriana e dividido em mil réis. O sistema de medidas é decimal e foi criado lockervecasino.com por Isaac Newton, que ao ser perseguido como herege numa Inglaterra católica, se refugia no Brasil e se põe a serviço da casa de Avis.

Por fim, uma revolução põe o Império no caminho da República, do socialismo, da unificação do planeta sob uma União de Nações e do envio de uma missão tripulada que chegaria em 22 de abril de 2000 a um planeta do sistema Alfa Centauri – uma homenagem tanto aos 500 anos do descobrimento quanto ao jogo de computador Civilization.


http://blog.editoradraco.com/2013/09/a-historia-real-de-um-brasil-imaginario/

Os contos são ridículos, para dizer o mínimo.

O velho, nessas histórias, criou um mundinho semi-utópico onde o socialismo resolveu todos os problemas políticos e sociais e o que não podia ser resolvido pelo socialismo foi resolvido pelo avanço da ciência, e quem é contra é porque não entende a "beleza" do socialismo.

É bem como o WW diz na sua tese, o velho criou um mundo que é ao mesmo tempo uma gigantesca casa de repouso de luxo para idosos e uma babá para crianças mimadas.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Rant Casey em 24/7/2015, 09:11

A propósito disso, me lembrei que Portland, uma ou talvez a cidade mais SWPL dos EUA, é conhecida como "a cidade onde os jovens vão para ficarem velhos."


_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por White Witch em 24/7/2015, 09:14

Rant Casey escreveu:A propósito disso, me lembrei que Portland, uma ou talvez a cidade mais SWPL dos EUA, é conhecida como "a cidade onde os jovens vão para ficarem velhos."


Tem alguma coisa na água daquela região de Seattle e arredores. Só vejo citarem aquelas cidades como afrescalhadas ou ruins.


_________________________________________
TUTORIAL=> Encurtando e criptografando links
avatar
White Witch
Webmaster
Webmaster

Mensagens : 1777
Data de inscrição : 02/07/2014
Localização : Seversk - Rússia

http://eusouarcaico.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Rant Casey em 24/7/2015, 09:26

White Witch escreveu:
Rant Casey escreveu:A propósito disso, me lembrei que Portland, uma ou talvez a cidade mais SWPL dos EUA, é conhecida como "a cidade onde os jovens vão para ficarem velhos."


Tem alguma coisa na água daquela região de Seattle e arredores. Só vejo citarem aquelas cidades como afrescalhadas ou ruins.


Ladeada embaixo pela Califórnia, e acima por Vancouver (ou Jamaica Abaixo De Zero, pela marofa que se sente ao se aproximar da cidade).

Mas Oregon e Washington são lugares onde chove demais e a maconha mofa. O efeito acumulado de uma vida fumando maconha mofada, se mostra. Ex: Grunge.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por White Witch em 24/7/2015, 10:04

Mas Oregon e Washington são lugares onde chove demais e a maconha mofa. O efeito acumulado de uma vida fumando maconha mofada, se mostra. Ex: Grunge.


KKKKKKKKKKKKKK agorei lembrei que vi isso num site gringo achei que era "brincadeirinha". Uns caras falando que Oregon era bom pra maconha.

_________________________________________
TUTORIAL=> Encurtando e criptografando links
avatar
White Witch
Webmaster
Webmaster

Mensagens : 1777
Data de inscrição : 02/07/2014
Localização : Seversk - Rússia

http://eusouarcaico.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Kublai Khan em 24/7/2015, 22:01

Joe escreveu:
White Witch escreveu: Quanto mais educada a pessoa, mas elaborada é a racionalização, as pessoas com pouca instrução se limitar a entender simplesmente que "as coisas não são como queremos". Já o homem educado moderno é mais propenso a crer que com tecnologia e conhecimento "tudo é possível", o ápice dessa mentalidade é crença no poder de engenharias sociais.

Sei de um caso que cai como uma luva na tese do WW.

Aquele escritor de ficção-científica da Carta Capital. O Antônio Luiz Costa.

O velho tem uma série de contos publicados em diversas antologias que se passa numa realidade alternativa onde o rei de portugal, após uma invasão estrangeira no século XVI, é obrigado a se refugiar no Brasil, criando uma linha temporal diferente da nossa.

Vejam a boiolagem:


O resultado é um Brasil que puxa a revolução industrial no século XVII e se torna a cabeça de um império “onde o sol nunca se põe”, uma versão tropical, meio indígena, meio quilombola e nada vitoriana do Império Britânico em seu The 23-year-old model had his first best-driving-school.com lesson on Friday after a previous 18 month best-driving-school.com ban due to an accident whilst he was learning to drive. apogeu. Trata-se de um império bilíngue e multicultural, pluralista e tolerante nos costumes, onde português e tupi são as línguas oficiais e muitos inventos e tecnologias recebem nomes e características indígenas. O trem é boitatá, o dirigível é igabebé, o navio a vapor igatatá e assim por diante. A moeda é o cruzeiro, uma moeda de ouro com valor equivalente ao da libra esterlina vitoriana e dividido em mil réis. O sistema de medidas é decimal e foi criado lockervecasino.com por Isaac Newton, que ao ser perseguido como herege numa Inglaterra católica, se refugia no Brasil e se põe a serviço da casa de Avis.

Por fim, uma revolução põe o Império no caminho da República, do socialismo, da unificação do planeta sob uma União de Nações e do envio de uma missão tripulada que chegaria em 22 de abril de 2000 a um planeta do sistema Alfa Centauri – uma homenagem tanto aos 500 anos do descobrimento quanto ao jogo de computador Civilization.


http://blog.editoradraco.com/2013/09/a-historia-real-de-um-brasil-imaginario/

Os contos são ridículos, para dizer o mínimo.

O velho, nessas histórias, criou um mundinho semi-utópico onde o socialismo resolveu todos os problemas políticos e sociais e o que não podia ser resolvido pelo socialismo foi resolvido pelo avanço da ciência, e quem é contra é porque não entende a "beleza" do socialismo.

É bem como o WW diz na sua tese, o velho criou um mundo que é ao mesmo tempo uma gigantesca casa de repouso de luxo para idosos e uma babá para crianças mimadas.


O problema não é nem ser tosco, mas isso parece chato pra caralho.
avatar
Kublai Khan
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 324
Data de inscrição : 05/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Joe em 25/7/2015, 23:25

Kublai Khan escreveu:
Joe escreveu:
White Witch escreveu: Quanto mais educada a pessoa, mas elaborada é a racionalização, as pessoas com pouca instrução se limitar a entender simplesmente que "as coisas não são como queremos". Já o homem educado moderno é mais propenso a crer que com tecnologia e conhecimento "tudo é possível", o ápice dessa mentalidade é crença no poder de engenharias sociais.

Sei de um caso que cai como uma luva na tese do WW.

Aquele escritor de ficção-científica da Carta Capital. O Antônio Luiz Costa.

O velho tem uma série de contos publicados em diversas antologias que se passa numa realidade alternativa onde o rei de portugal, após uma invasão estrangeira no século XVI, é obrigado a se refugiar no Brasil, criando uma linha temporal diferente da nossa.

Vejam a boiolagem:


O resultado é um Brasil que puxa a revolução industrial no século XVII e se torna a cabeça de um império “onde o sol nunca se põe”, uma versão tropical, meio indígena, meio quilombola e nada vitoriana do Império Britânico em seu The 23-year-old model had his first best-driving-school.com lesson on Friday after a previous 18 month best-driving-school.com ban due to an accident whilst he was learning to drive. apogeu. Trata-se de um império bilíngue e multicultural, pluralista e tolerante nos costumes, onde português e tupi são as línguas oficiais e muitos inventos e tecnologias recebem nomes e características indígenas. O trem é boitatá, o dirigível é igabebé, o navio a vapor igatatá e assim por diante. A moeda é o cruzeiro, uma moeda de ouro com valor equivalente ao da libra esterlina vitoriana e dividido em mil réis. O sistema de medidas é decimal e foi criado lockervecasino.com por Isaac Newton, que ao ser perseguido como herege numa Inglaterra católica, se refugia no Brasil e se põe a serviço da casa de Avis.

Por fim, uma revolução põe o Império no caminho da República, do socialismo, da unificação do planeta sob uma União de Nações e do envio de uma missão tripulada que chegaria em 22 de abril de 2000 a um planeta do sistema Alfa Centauri – uma homenagem tanto aos 500 anos do descobrimento quanto ao jogo de computador Civilization.


http://blog.editoradraco.com/2013/09/a-historia-real-de-um-brasil-imaginario/

Os contos são ridículos, para dizer o mínimo.

O velho, nessas histórias, criou um mundinho semi-utópico onde o socialismo resolveu todos os problemas políticos e sociais e o que não podia ser resolvido pelo socialismo foi resolvido pelo avanço da ciência, e quem é contra é porque não entende a "beleza" do socialismo.

É bem como o WW diz na sua tese, o velho criou um mundo que é ao mesmo tempo uma gigantesca casa de repouso de luxo para idosos e uma babá para crianças mimadas.


O problema não é nem ser tosco, mas isso parece chato pra caralho.

Vc não tem ideia. É politicamente correto pra caralho.

Tem uns diálogos cômicos. Tem um conto onde há um casal de personagens perseguindo o vilão. E o homem diz para a mulher: "Pegue a arma! Vc atira melhor do que eu!"

Captou? Para ser politicamente correto quem mira no vilão fugitivo e acerta em cheio é a mulher pra mostrar que mulheres são tão capazes quanto homens.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Convidado em 14/8/2015, 20:29

Joe escreveu:O velho, nessas histórias, criou um mundinho semi-utópico onde o socialismo resolveu todos os problemas políticos e sociais e o que não podia ser resolvido pelo socialismo foi resolvido pelo avanço da ciência, e quem é contra é porque não entende a "beleza" do socialismo.

É bem como o WW diz na sua tese, o velho criou um mundo que é ao mesmo tempo uma gigantesca casa de repouso de luxo para idosos e uma babá para crianças mimadas.

O engraçado é eles tentarem consertar o que nunca teve conserto. Querem fazer uma utopia, meio que baseada no desenho de Wall-E (todo mundo inserido em uma sociedade de consumo/capitalismo, com alta tecnologia, uma gigantesca "casa de repouso"), mas removendo os aspectos negativos dessa sociedade de consumo/capitalismo; inserindo "consciência social", através do comunismo.

Para um comunista, o problema do liberalismo só fica na esfera econômica (capitalismo). Esquece a esfera intelectual/moral ("Tábula Rasa" Lockeana, a raiz da imoralidade moderna), aonde reside o conceito democrático de individualismo (cada um buscar o seu próprio interesse, removendo qualquer noção de "coesão social", tão precioso para os comunistas); e a esfera tecnológica, que define a moralidade ao progresso da técnica (coisa só possível de se realizar em larga escala, em uma sociedade que incentiva, à nível social/ethos, coisas como "livre iniciativa/empreendedorismo e livre-mercado"). Esses três funcionam de modo conjunto, estão intimamente ligados. Esses elementos que forçam o americano a pensar a realidade de modo burguês/empresário. Os comunistas querem fazer um recorte só na área econômica, e achar que tudo vai dar certo.

Comunismo é o filho bastardo, e mal-sucedido da democracia/liberalismo. A diferença entre eles, é que o comunismo quer fazer uma democracia com consciência social (sem capitalismo).

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Joe em 16/8/2015, 03:14

Eric Heisel escreveu: Para um comunista, o problema do liberalismo só fica na esfera econômica (capitalismo). Esquece a esfera intelectual/moral ("Tábula Rasa" Lockeana, a raiz da imoralidade moderna), aonde reside o conceito democrático de individualismo (cada um buscar o seu próprio interesse, removendo qualquer noção de "coesão social", tão precioso para os comunistas); e a esfera tecnológica, que define a moralidade ao progresso da técnica (coisa só possível de se realizar em larga escala, em uma sociedade que incentiva, à nível social/ethos, coisas como "livre iniciativa/empreendedorismo e livre-mercado"). Esses três funcionam de modo conjunto, estão intimamente ligados. Esses elementos que forçam o americano a pensar a realidade de modo burguês/empresário. Os comunistas querem fazer um recorte só na área econômica, e achar que tudo vai dar certo.

Comunismo é o filho bastardo, e mal-sucedido da democracia/liberalismo. A diferença entre eles, é que o comunismo quer fazer uma democracia com consciência social (sem capitalismo).

E note que a teoria da tabula rasa casa com essa história de consciência social.

Se o ser humano é uma tábula rasa, então o que ele é não passa de um produto da sociedade. Mude-se a sociedade, muda-se o indíviduo.

Essa tara progressista pelo "tudo é construção social" esconde no fundo um complexo de Deus. Ele acredita que aplicando suas teorias doidas na sociedade todo mundo vai se comportar do jeito que ele acha que deve.

Ele sequer cogita que as pessoas simplesmente tem opiniões e pontos de vista diferentes. E não é porque se ensinou "consciência social" que elas vão concordar com o progressista.

Isso de "consciência social" é um eufemismo para "quero fazer todo mundo pensar que nem eu".

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por White Witch em 16/8/2015, 03:28

O flerte pesado com o existencialismo, ocorre por que o existencialismo diz que "Deus"(ou qualquer coisa parecida) não existe, estamos lançados aqui a própria sorte, e somos aquilo que pensamos, dai passamos a "existir".

_________________________________________
TUTORIAL=> Encurtando e criptografando links
avatar
White Witch
Webmaster
Webmaster

Mensagens : 1777
Data de inscrição : 02/07/2014
Localização : Seversk - Rússia

http://eusouarcaico.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tese do retorno a infância.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum