Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


Os horrores do tinder

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por Kenshiro em 10/10/2016, 18:55

Rant Casey escreveu:Para esclarecer o que quero dizer:

Noto que as pessoas que mais dizem não, as mais "empata jogo", são normalmente as com mais dificuldade em, tendo dito sim para uma coisa, dizer não a outras.

É insegurança.

Uma pessoa segura sabe dizer sim a algo sem necessariamente dizer sim para todo o resto. Sabe estipular seus limites. Sabe mostrar aos outros estes limites. Tem uma postura aberta e positiva, porque suas fronteiras não são frágeis e saberá se fazer respeitar.

A pessoa insegura por outro lado tem o não sempre pronto na boca, até para aquilo que não é necessário. Sente necessidade de policiar os outros nas minúcias, e vive desconfiada. Uma vez dito sim, uma vez permitindo a alguém algo, não consegue mais estabelecer seus limites. Não sente que possui força para dizer não, uma vez tendo dito sim. Não tem certeza da extensão do seu direito em dizer não, e teme desagradar e afugentar aos outros ao traçar seus limites.

É contraditório vindo por exemplo de feministonas? Nem um pouco. A postura feminista ao mesmo tempo que é adotada por mulheres frágeis, com pouca autoconfiança, também é ao fim fragilizante ela própria. Ao se imergir num ideário onde a realidade é uma batalha perdida, e "o patriarcado e a cultura e a sua avó doente" conspiram pra "limitar sua autonomia", o medo é a totalidade de sua realidade. Esse cenário deseperador permite apenas medidas desesperadas, onde a pessoa passa a crer que "somente a resistência desesperada, 'suicida', kamikaze, aos demais, é a sua alternativa".

Aí, obviamente, surge a necessidade de se amparar no coletivo. De ter leis para mediar sua relação difícil com os outros (leis pra regular até a vida privada). A necessidade de apoio no coletivo ("mexeu com uma mexeu com todas, e etc").

E "não culpe a vítima! Dizer não é tãooooo difícil, que é possível sim, eu me sentir violada a posteriori. Eu jamais conseguiria assertar minhas fronteiras no ato, no decurso de qualquer ocorrência."

Que daí resulte toda sorte de narcisismos, onde ao ter seus limites pessoais fracos a pessoa não discerne mais entre o Eu e o Outro, é apenas desdobramento.


Você conseguiu sintetizar todo o cérebro feminino em uns trezentos caracteres. Estou impressionado (e isso foi um elogio sincero, não sarcasmo)
avatar
Kenshiro
Aspirante a Arcaico
Aspirante a Arcaico

Mensagens : 915
Data de inscrição : 02/08/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por Joe em 10/10/2016, 20:02

Kenshiro escreveu:
Rant Casey escreveu:Para esclarecer o que quero dizer:

Noto que as pessoas que mais dizem não, as mais "empata jogo", são normalmente as com mais dificuldade em, tendo dito sim para uma coisa, dizer não a outras.

É insegurança.

Uma pessoa segura sabe dizer sim a algo sem necessariamente dizer sim para todo o resto. Sabe estipular seus limites. Sabe mostrar aos outros estes limites. Tem uma postura aberta e positiva, porque suas fronteiras não são frágeis e saberá se fazer respeitar.

A pessoa insegura por outro lado tem o não sempre pronto na boca, até para aquilo que não é necessário. Sente necessidade de policiar os outros nas minúcias, e vive desconfiada. Uma vez dito sim, uma vez permitindo a alguém algo, não consegue mais estabelecer seus limites. Não sente que possui força para dizer não, uma vez tendo dito sim. Não tem certeza da extensão do seu direito em dizer não, e teme desagradar e afugentar aos outros ao traçar seus limites.

É contraditório vindo por exemplo de feministonas? Nem um pouco. A postura feminista ao mesmo tempo que é adotada por mulheres frágeis, com pouca autoconfiança, também é ao fim fragilizante ela própria. Ao se imergir num ideário onde a realidade é uma batalha perdida, e "o patriarcado e a cultura e a sua avó doente" conspiram pra "limitar sua autonomia", o medo é a totalidade de sua realidade. Esse cenário deseperador permite apenas medidas desesperadas, onde a pessoa passa a crer que "somente a resistência desesperada, 'suicida', kamikaze, aos demais, é a sua alternativa".

Aí, obviamente, surge a necessidade de se amparar no coletivo. De ter leis para mediar sua relação difícil com os outros (leis pra regular até a vida privada). A necessidade de apoio no coletivo ("mexeu com uma mexeu com todas, e etc").

E "não culpe a vítima! Dizer não é tãooooo difícil, que é possível sim, eu me sentir violada a posteriori. Eu jamais conseguiria assertar minhas fronteiras no ato, no decurso de qualquer ocorrência."

Que daí resulte toda sorte de narcisismos, onde ao ter seus limites pessoais fracos a pessoa não discerne mais entre o Eu e o Outro, é apenas desdobramento.


Você conseguiu sintetizar todo o cérebro feminino em uns trezentos caracteres. Estou impressionado (e isso foi um elogio sincero, não sarcasmo)

Depois o Rant não entende pq eu digo que ele pensa como mulher, rsrsrsrs

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por El Topo em 10/10/2016, 20:10

Rant Casey escreveu:
Roberto Apagadao escreveu:
El Topo escreveu:Todas atrás de um cuck.

Alguém fala pra essas minas que colocar opinião política em perfil de relacionamento é uma brochância eterna.


Elas não estão nem ai pra opinião de piroco cis pq não precisam de homem pra nada, rapá!!Se liga

Bixo, se tem uma coisa q eu acho tosca são essas descrições de perfil de tinder....Tudo se resume a séries, livros, netflix, tédio, personalidade caseira, roupas da avó, sarcasmo esquerdista e a intenção de pagar de fodona q não precisa de ninguém pra nada.Gostaria de citar Gil: vá tomar no cu tranquilo!

Acho que sem querer tu decifrou porquê dessa banca toda posta na descrição.

Seria algo assim: "Genteeem... não é porque estou no Tinder que significa que eu estou só e carente e querendo um corpo quente pra me espantar a solidão... eu AINDA TENHO PADRÕES. Sozinha sim, solitária jamais, né? Então. Estou sim querendo um namorado e me rebaixei a procurar num app para sexo casual mas nem por isso é que, tipo, QUALQUER um serve... eu tenho contiúdo. Eu sou A, B, C, D, e a propósito #FORATEMER, então se possível corresponda a algum tipo de padrões meus, ainda que superficiais e que não digam nada a respeito do seu caráter e personalidade e capacidade como amante (eu tentei estes critérios e não resultou), e não caia na bobagem de ser machista e pensar que só estou aqui porque sou um fracasso romântico e estou procurando qualquer um. Sim, eu sou um fracasso romântico as a culpa é dos machistas. E machistas no pasarán. Eu sei que não sou exatamente bela, recatada e do lar, ou nada que sirva para qualquer homem, mas me recuso a me sentir pressionada a corresponder a qualquer expectativa de um piroco, e estes slogans aqui servem como minha última linha de defesa quanto a ter que encarar que, de fato, minha falta de encantos nessa sociedade machista um dia ainda fará com que eu procure retribuir os desejos de qualquer homem."

O que é basicamente dizer: "hay que se render sin perder la pompa jamás."

rs

Headshot.

Certeiro.

_________________________________________
"Life is just a candle, and a dream must give it flame."
avatar
El Topo
Arcaico
Arcaico

Mensagens : 1069
Data de inscrição : 30/06/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por Convidado em 11/10/2016, 10:52

Toda essa firulagem com TINDER e toda essa verborragia desaparecem com uma boa fodida.

Daí ela se apaixona, se torna mais normal, abandona essas bobagens.

Homem quando fica com vontade de sexo, vai ao puteiro, liga o pornô, se torna agressivo, etc.

Quando a muié começa com muito discurso, é porque tá faltando sexo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por Convidado em 11/10/2016, 10:52

Algumas meninas do tópico ficariam bonitas se houvesse algum cuidado com a aparência.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os horrores do tinder

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum