Bem-vindos a Taberna!
Grupo do Facebook


Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Ashura em 10/12/2015, 18:33

"Tanto que muitos atribuem a queda de popularidade do orkut ao excesso de fakes, e elogiam o face por dificultar essa prática.
"

Papo furado. Orkut foi substituído pelo facebook porque a classe média SWPL queria uma rede social sem pobre.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Ashura em 10/12/2015, 18:47

Rant: "Diga-se de passagem eu sou da opinião de que mulher de direita e´tudo louca. Mulher é naturalmente "centro esquerda". "



Sei não. No passado as mulheres não eram mais conservadoras que os homens? Na Alemanha nacional-socialista as alemãs não eram as principais apoiadoras do partido?

Talvez a "esquerda" simplesmente nas últimas décadas tenha superado a "direita" na habilidade de fornecer material pra chatas tentarem controlar os outros.

Quanto à mulher saudável e satisfeita, eu diria que a tendência é ela ser apolítica. Política afinal é sinônimo de stress, e ninguém quer stress, mas mulheres historicamente souberam evitá-lo, enquanto o homem no fundo sabe que não pode fazê-lo. 

A "política" das mulheres "normais" não-modernetes (A dessas a política é ficar bêbada e tomar umas dez rolas diferentes na mesma noite mesmo) seria uma certa visão cor-de-rosa do mundo, creio. O que não é nada demais, no fundo seria simplesmente desejar e esperar um ambiente minimamente saudável onde os filhos dela pudessem crescer.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 10/12/2015, 18:54

Eu pessoalmente considero um engano considerar a Alemanha nazista um projeto conservador.

Primeiro porque obviamente é contraditório um projeto conservador chamar-se "Socialista" ainda que com um viés nacionalista.

Segundo porque questiono o quão conservador é qualquer movimento revolucionário ou reformista que tenha em vistas a criação de "um novo tipo humano".

Nesse sentido, e em outros que não elaborei, não considero isso um episódio conservador.

Populista, sim. E populismo, em oposição ao elitismo, é um traço da esquerda. Hitler financiou casamentos, facilitou à classe trabalhadora a aquisição de regalias como estadias em Resorts, etc. O que não há pra se amar nisso de um ponto de vista feminino?? Mas conservador, não.

Vejo uma concordância tangencial no sentido de que uma mulher de "centro esquerda" é de fato muito semelhante a uma mulher "apolítica e na bolha cor de rosa". Porque a social democracia, o qual favorecem a maior parte do tempo quando populismos estão em baixa, é basicamente um tipo de utopismo pragmático, que promete confortos indolores. Tipicamente feminino.


_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por lucasao em 10/12/2015, 19:23

Rant Casey escreveu:
Ashura escreveu:"Mulher conservadora" não deveria "estudar conservadorismo", devia aprender a cozinhar bem.

Podem fechar o tópico, o Ashura concluiu a coisa.

***

Diga-se de passagem eu sou da opinião de que mulher de direita e´tudo louca. Mulher é naturalmente "centro esquerda".

9 em 10 vezes mulher "conservadora" (ou Randiana), é apenas desculpa pra ser cruel. Uma visão conservadora da vida dá muitas oportunidades de exercer uma atitude antissocial com direito a um nicho aplaudindo.

Vamos chamar de "conservabaço", o "conservador cabaço".


Boa observação, confirmada por minha experiência. Também acredito que qualquer mulher por demais "engajada" politicamente, seja canhota ou destra, tende a ser controladora e ter umas neuroses fodas. Fugindo dessas malucas, basta escolher uma guria que te agrade e ir aos poucos aparando qualquer boiolagem SWPL que veio junto no pacote.
avatar
lucasao
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 429
Data de inscrição : 27/10/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 10/12/2015, 19:36

lucasao escreveu:
Rant Casey escreveu:
Ashura escreveu:"Mulher conservadora" não deveria "estudar conservadorismo", devia aprender a cozinhar bem.

Podem fechar o tópico, o Ashura concluiu a coisa.

***

Diga-se de passagem eu sou da opinião de que mulher de direita e´tudo louca. Mulher é naturalmente "centro esquerda".

9 em 10 vezes mulher "conservadora" (ou Randiana), é apenas desculpa pra ser cruel. Uma visão conservadora da vida dá muitas oportunidades de exercer uma atitude antissocial com direito a um nicho aplaudindo.

Vamos chamar de "conservabaço", o "conservador cabaço".  


Boa observação, confirmada por minha experiência. Também acredito que qualquer mulher por demais "engajada" politicamente, seja canhota ou destra, tende a ser controladora e ter umas neuroses fodas. Fugindo dessas malucas, basta escolher uma guria que te agrade e ir aos poucos aparando qualquer boiolagem SWPL que veio junto no pacote.

Yep.

E o que afinal é "sondar as convicções políticas de sua mulher"?

Você não é feminista, né amorzinho? Você é reaça né? Vai cozinhar e ter filhos né?

Sim amorzinho, vou. E nós seremos uma família linda, perfeita, onde sua esposa cuida da casa e você é fiel e dedicado. SEMPRE. sempre. SEMPRE.

Tá louco. Já namorei umas conservadoras e francamente, são tudo psicopatas.


_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 10/12/2015, 19:41

Ó... mulher boa é aquela mezzo católica.

Entendeu? A católica diletante.

Atéia metida a intelectual, crente, etc, são um saco.

Aquelas católicas de cafeteria, de buffet espiritual, são as melhores.

Elas se apegam aos aspectos fofinhos da religião, mas não temem a Deus o bastante pra te negar um boquete com base nisso.

No tocante a convicções de uma mulher, queira saber apenas isso. Se ela é católica. E então comente que "o radicalismo da Igreja tem afastado fiéis". Se ela concordar, é diletante. Então, está aprovada.

Esse tipo quer ser mãe, quer ter filhos, mas tem b*****. Ao invés de uma armadilha de urso pra segurar homem, entre as pernas.

Eis tudo.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por lucasao em 10/12/2015, 22:11

Rant Casey escreveu:Ó... mulher boa é aquela mezzo católica.

Entendeu? A católica diletante.

Atéia metida a intelectual, crente, etc, são um saco.

Aquelas católicas de cafeteria, de buffet espiritual, são as melhores.

Elas se apegam aos aspectos fofinhos da religião, mas não temem a Deus o bastante pra te negar um boquete com base nisso.

No tocante a convicções de uma mulher, queira saber apenas isso. Se ela é católica. E então comente que "o radicalismo da Igreja tem afastado fiéis". Se ela concordar, é diletante. Então, está aprovada.

Esse tipo quer ser mãe, quer ter filhos, mas tem b*****. Ao invés de uma armadilha de urso pra segurar homem, entre as pernas.

Eis tudo.

Perfeito! hahaha
No caso de não conseguir uma católica stricto sensu (isso importa mais se você também for um), a melhor opção é a católica não-praticante (mezzo católica rs), que mantém certas convicções e valores mais conservadores (casar, ter filhos etc.) aprendidos em casa, ainda que da religião mesma ela saiba somente quem foi Jesus, Maria e José.

O fato é que as mulheres absorvem com mais facilidade a atmosfera de opiniões vigentes e a maior parte delas é indiferente ou pouco convicta em relação a muitos assuntos que consideramos importantes. Ainda que a moça tenha incorporado as ideias progressistas da moda, é possível lapidá-la, caso deseje.

Se você não for um bosta completo, ela vai preferir fazer parte do seu mundo ao invés "do mundo". Mas você precisa ter um mundo próprio e interessante, obviamente. E se até casos extremos (Sarah Inverno, por exemplo) parecem ter salvação, que dirá essas gurias comuns.

Alerto pra outro tipo que demanda cuidado: as espíritas e espiritólicas. Sei lá, pode ser apenas evidência anedotal, mas vai saber...
avatar
lucasao
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 429
Data de inscrição : 27/10/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 10/12/2015, 22:42

lucasao escreveu:Se você não for um bosta completo, ela vai preferir fazer parte do seu mundo ao invés "do mundo". Mas você precisa ter um mundo próprio e interessante, obviamente. E se até casos extremos (Sarah Inverno, por exemplo) parecem ter salvação, que dirá essas gurias comuns.

É bem isso.

Inclusive tem um livro muito interessante escrito por dois psicólogos, "Mulheres inteligentes, escolhas insensatas", que fez muito sucesso na época, que fala exatamente isso. É basicamente um livro que tenta explicar pq mulher gosta de "cafajeste". Um Nessahan Alita com uma roupagem acadêmica pop.

É por isso que eu acho secundário isso da mulher ter ateia, católica, etc. Se o seu mundo for interessante, ou ela, por algum motivo que só faz sentido na cabeça dela, acha você/seu mundo interessante, ela manda as convicções às favas. Eu já tive tanto ateia metida intelectual e católica diletante toda caidinha por mim e me obedecendo como uma Amélia. E o pior, até hj não entendi que diabos elas viram um mim. Parece que mulher gosta de idealizar o homem e imaginá-lo como algo que ele na verdade não é (ou é apenas em partes). Mulher exagera o que vê pelo filtro de sua visão apaixonada.

Concedo que a católica diletante é mais fácil de manobrar que a ateia metida a intelectual, mas não chega a ser uma diferença muito gritante.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 10/12/2015, 22:59

Ashura escreveu:Rant: "Diga-se de passagem eu sou da opinião de que mulher de direita e´tudo louca. Mulher é naturalmente "centro esquerda". "



Sei não. No passado as mulheres não eram mais conservadoras que os homens? Na Alemanha nacional-socialista as alemãs não eram as principais apoiadoras do partido?

Talvez a "esquerda" simplesmente nas últimas décadas tenha superado a "direita" na habilidade de fornecer material pra chatas tentarem controlar os outros.

Quanto à mulher saudável e satisfeita, eu diria que a tendência é ela ser apolítica. Política afinal é sinônimo de stress, e ninguém quer stress, mas mulheres historicamente souberam evitá-lo, enquanto o homem no fundo sabe que não pode fazê-lo. 

A "política" das mulheres "normais" não-modernetes (A dessas a política é ficar bêbada e tomar umas dez rolas diferentes na mesma noite mesmo) seria uma certa visão cor-de-rosa do mundo, creio. O que não é nada demais, no fundo seria simplesmente desejar e esperar um ambiente minimamente saudável onde os filhos dela pudessem crescer.

O Ashura tocou num ponto importante.

Se vcs forem ler sobre as feministas do século 19, verão que, para os padrões de hj, elas são conservadoras.

A Charlotte Perkins Gilman, por exemplo, tinha todo um discurso anti-aborto e pró-família. O feminismo "roots" não contradiz o conservadorismo. Basicamente pregavam igualdade política e econômica, mas não enxergavam isso como algo que interferisse com o papel tradicional da mulher. Qualquer feminista do século 19 ou das primeiras décadas do século 20 passa tranquilo por uma mulher antifeminista dos anos 2000.

A melhor explicação que li foi no livro "O Outro Lado do Feminismo". O feminismo norte-americano é um híbrido de ideias esquerdistas e direitistas. Se por um lado mulheres entraram com toda a força no mercado de trabalho na próspera economia americana, por outro o feminismo com suas ideias pseudo-revolucionárias fornece a retórica para argumentar pq o lugar da mulher é na prisão hi-tech do escritório e não na cozinha. O que aconteceu, como falei lá atrás, é que muitas mulheres em posição de destaque (professoras universitárias, apresentadoras de TV, jornalistas, etc) adotaram a retórica  feminista pq ela "casa" com sua posição socioeconômica melhor que o conservadorismo.

Sobre o nazismo e as mulheres, escrevi a respeito na RM:
http://reflexoes-masculinas.blogspot.com.br/2010/03/dia-8-de-marco-desmascarando-as_05.html

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 10/12/2015, 23:12

O bônus das católicas diletantes é a estética da coisa.

O Catolicismo é lindo. Produziu arquitetura, música, filosofia, e nas pessoas possui também um efeito embelezante - o católico tem pudor de dizer certas coisas, no entanto, ao contrário do protestante, aceita mais a própria humanidade: bebe, conta piadas, ri, enfim, são tipos divertidos e humanizados.

Pessoalmente, mesmo não sendo um, adoro os católicos. E principalmente as católicas.

Não gosto de atéias. O ateísmo carece de estética e as atéias também. Mesmo quando se produzem, a maquiagem tem um aspecto industrial, pesado, "americano". Seus maneirismos são grosseiros e carecem de graciosidade. São, bem dizer, uns molecões de saias. Eu gosto é de mulher portanto não curto isso.

Não são o tipo de mulher que são vistas em camisolas de cetim à beira da cama rezando antes de virem deitar-se e darem-se aos ritos do amor.

Não.

Tampouco são a imagem que vendem, de ninfas de cinta-ligas sedentas por sacanagem. Isso é mídia.

Na realidade... são molecões. Metem um shortão, desfilam com ele e "havaianas" pela casa, mulambentas, "cônscias" da "construção social do estar apresentável para o sexo", e essas abobrinhas. E quando abrem a boca... são rasas feito um píres: podem ser informadas, mas não possuem conhecimento. A humanidade lhes é um enigma. São estúpidas.

Quando conheço uma pequena e ela me diz que é católica, eu sei que terei um romance de qualidade. Daqueles lembrarei por anos.


_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 10/12/2015, 23:27

Joe escreveu:
O Ashura tocou num ponto importante.

Se vcs forem ler sobre as feministas do século 19, verão que, para os padrões de hj, elas são conservadoras.

A Charlotte Perkins Gilman, por exemplo, tinha todo um discurso anti-aborto e pró-família. O feminismo "roots" não contradiz o conservadorismo. Basicamente pregavam igualdade política e econômica, mas não enxergavam isso como algo que interferisse com o papel tradicional da mulher. Qualquer feminista do século 19 ou das primeiras décadas do século 20 passa tranquilo por uma mulher antifeminista dos anos 2000.


As Sufragistas americanas originais eram massivamente membras da WKKK, a Women's Klu Klux Klan. Não é por acaso que Margareth Singer, apologista do aborto da época, era racista e via isso como meio de controle da população negra. Também não é coincidência a obsessão feminista com estupro.

Explico.

No final do sec XIX a WKKK tinha 25 milhões de MEMBRAS nos EUA. Era a massa do Sufragismo. A campanha circulava panfletos que eram uma mistura de ideologia sulista com moralidade vitoriana, que diziam basicamente que o branco é moralmente superior ao preto, e a mulher moralmente superior ao homem, e portanto, o destino da mulher (tratando-se de uma naçaõ que acredita ter um destino) era governar o mundo e tornar-lo "maternal".

Após a abolição americana, houve uma histeria coletiva entre os sulistas, quanto ao medo de estupros de brancas por parte dos negros. Nesse contexto, aconteciam os linchamentos famosos, que vitimaram algo em torno de 600 homens negros. Um "bom dia" pra branca errada, e ela gritar "assédio! esse creoulo encostou em mim", a polícia não tinha nem tempo de chegar: quando chegava o pobre tinha apanhado até ficar inconsciente, sido enfocardo, e queimado.

O receio de represálias aos negros depois da abolição motivou em parte a criação da NRA (National Association of Rifles), que era consituída de Republicanos que armaram os negros para auto defesa. Lembrando, não tinha gangsta rap na época, mas tinham linxadores.

Pois bem, até os dias de hoje, os herdeiros da KKK (os democratas e progressistas), prosseguem com os mesmos discursos, apenas com outras roupagens. Seus valores "hiperbrancos", seu ódio à NRA, e sua obsessão com estupros. Novos tempos, novas roupagens - mesmas obsessões.

Até mesmo em termos de americanos é perigoso dizer "conservador" desse ou aquele.

Digamos, os Republicanos são considerados "socialmente conservadores", mas são em realidade bastante liberais na maioria dos temas, e tiveram a frente na abolição e nos Direitos Civis (Martin Luther King era republicano).

Os Democratas no entanto, possuem um histórico de facto "conservador" no sentido ruim que se dá à palavra quando se a usa com ofensa, apenas travestindo seus preconceitos de outras formas. Ainda são os mesmos calvinistas, puritanos, vitorianos de sempre. Pálidos feito vela, com alguma cara morena pra se exculparem volta e meia, mas apenas imagem.

***

De mais a mais o "conservadorismo" do SEc XIX não pode ser contrastado com o de hoje, porque "conservador" é entendido como um termo contextual, situado no tempo. Na maioria das vezes, um anacronismo persistente. Dizer que as sufragistas eram "as conservadoras de hoje" é bobagem. Em realidade, já naquela época o conceito de "engenharia social" (via aborto e eugenia por exemplo) não era estranho a elas. Vide Margaret Singer.

Que se desfaça a visão de que conservadorismo é sinônimo de anacronismo: é uma oposição em realidade a engenharias sociais, algo não novo, representado por exemplo pelo positivismo e o secularismo, e o cientificismo. O conservador não se opoe a mudanças, mas sim vê a evolução da técnica e da ciência como apartados da evolução orgânica dos grupos sociais, e desconfia ou se opõe, à criação de "um novo tipo humano".

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Ashura em 11/12/2015, 00:09

/\ Salvando aqui a primeira parte desse post.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 11/12/2015, 00:15

Rant Casey escreveu:
De mais a mais o "conservadorismo" do SEc XIX não pode ser contrastado com o de hoje, porque "conservador" é entendido como um termo contextual, situado no tempo. Na maioria das vezes, um anacronismo persistente. Dizer que as sufragistas eram "as conservadoras de hoje" é bobagem. Em realidade, já naquela época o conceito de "engenharia social" (via aborto e eugenia por exemplo) não era estranho a elas. Vide Margaret Singer.

Que se desfaça a visão de que conservadorismo é sinônimo de anacronismo: é uma oposição em realidade a engenharias sociais, algo não novo, representado por exemplo pelo positivismo e o secularismo, e o cientificismo. O conservador não se opoe a mudanças, mas sim vê a evolução da técnica e da ciência como apartados da evolução orgânica dos grupos sociais, e desconfia ou se opõe, à criação de "um novo tipo humano".

Na verdade Margaret Sanger não era a favor do aborto. É um erro comum a seu respeito.

http://www.xr.pro.br/Ensaios/Margareth_Sanger.html

"Ainda que seja difíci encontrar alguma ideologia mais fradulenta e que o Abortismo, ele não tem o monopólio da desinformação, há anos circula pela web, amplamente divulgado por Pró-Vidas, a afirmativa FALSA de que Margareth Sanger (1879-1966), fundadora da Planned Parenthood e que de fato era racista e eugenista realmente defendendo a redução da população negra, seria uma defensora, talvez a primeira, do aborto.

MAS ELA NÃO ERA um Defensora do Direito ao Aborto e MUITO MENOS UMA ABORTISTA! Pelo contrário! Era contrária, e defendia a contracepção exatamente para minimizar a ocorrência da prática. Somente DEPOIS de sua morte foi que a Planned Parenthood viria a se tornar de fato a maior organização mundial de promoção de aborto, e um dos maiores baluartes do Abortismo.

Essa desinformação sem sido repetida em massa, inclusive pelo documentário Blood Money, no entanto, carece de qualquer fonte confiável. Pelo contrário. No texto de 1918 Birth Control or Abortion?, da própria Margareth Sanger, pode-se notar um discurso mais parecido com uma apologia pró-vida do que qualquer coisa abortista. Ela defendia os métodos anticoncepcionais e de esterilização exatamente para evitar os chamados "abortos de beco" (back-alley abortions) , visto que os mesmos eram por demais arriscados."


Detalhe: quem escreveu isso foi uma de nossas "crias". Era leitor da RM e, a grosso modo, "conservador" e contra o aborto.

Ademais, minha comparação entre o  conservadorismo das feministas do século XIX e das mulheres antifeministas de hoje foi no sentido de que ambas não enxergam igualdade política e econômica como sinônimo de negação de feminilidade ou papéis femininos tradicionais.

Por isso citei a Gilman. O seu romance "Herland", uma das primeiras utopias feministas, é para lá curioso pq a autora fica oscilando entre ideias progressistas e discursos conservadores.

Vejamos, é uma sociedade isolada do mundo onde só há mulheres e elas se reproduzem por partenogênese (repare no puritanismo implícito). Aí três aventureiros heroicos descobrem o lugar.

A protagonista se apaixona pelo macho-alfa do grupo (sentiu o climão Sessão da Tarde?) e fica horrorizada quando o heroi conta que aborto é comum no mundo exterior, então ela fala como nessa sociedade utópica feminista (?) o papel de mãe é o papel mais importante da mulher, ao mesmo tempo que defende o de praxe (mulheres e homens são iguais e podem fazer as mesmas coisas, etc), e, paradoxalmente, a protagonista resolve se casar de forma bem tradicional com o herói, sendo este o primeiro casamento em séculos naquela sociedade (os homens morreram todos numa guerra).

Segundo "O Outro Lado do Feminismo" a mulher conservadora (seja a de ontem ou hoje) não vê a maternidade, ser dona de casa, esposa, etc, como empecilho para buscar uma carreira ou vida fora do lar. Infelizmente, conciliar as duas coisas se provou difícil, conforme as autoras  provam por A+B (o resumo é o seguinte: a mulher tem que estar montada em muita grana para conseguir conciliar as duas coisas, o que é fora da realidade da maioria das mulheres, e mesmo com grana, ainda assim há complicações pq não dá para estar no trabalho e em casa ao mesmo tempo).

Então, me parece que quando feministas se deram conta que não dá para conciliar as duas coisas, resolveram iniciar um ataque em massa ao casamento e a maternidade, o que explica a "guinada" a esquerda do feminismo. Pelo menos essa a conclusão que se tira do "O Outro Lado do Feminismo", embora as autoras não falem isso explicitamente.


Última edição por Joe em 11/12/2015, 01:28, editado 7 vez(es)

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Ashura em 11/12/2015, 00:26

Se tu não tivesse dizendo que isso era um livro feminista eu juraria que era um mangá baseado numa light novel kkkk

A diferença é que não seria um "macho alfa", seria um moleque perdedor que começa a comer as minazinhas.

_________________________________________
In this battle you must stand firm and have no fear, no thought of flight, but be inspired to resist with ever more herculean strenght. Animals may run away from animals. But you are men, men of stout heart, and you will hold at bay these dumb brutes, thrusting your spears and swords into them, so that they will know that they are fighting not against their own kind but against the masters of animals.
avatar
Ashura
Anarco-Dadaísta
Anarco-Dadaísta

Mensagens : 3950
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 11/12/2015, 00:38

Ashura escreveu:Se tu não tivesse dizendo que isso era um livro feminista eu juraria que era um mangá baseado numa light novel kkkk

A diferença é que não seria um "macho alfa", seria um moleque perdedor que começa a comer as minazinhas.

Pois é, hahaha

Quando eu comecei a ler "Herland" estava esperando uma história bem raivosa do tipo "homens são a escória e devem todos morrer".

Mas, por mais incrível que pareça, ela não usa o clichê de "homem opressor/diabo vestido de gente" e "é tudo culpa deles".

Particularmente interessante é a sua visão dos homens. Os três aventureiros representam três arquétipos masculinos distintos que, curiosamente, tem muito a ver com os tipos que eram discutidos nas comunidades do orkut.

Um é um tipo bem "machista", do tipo que acha que mulher só serve para cozinhar e trepar. Uma espécie de proto-GDR.

O outro é um banana hiper-romântico que coloca as mulheres num pedestal. Do tipo "o mundo seria melhor se fosse governado por mulheres". Pense num mangina.

O protagonista é justamente o meio-termo. Ele não é um porco chauvinista, mas tbm não é um tolo romântico. E é justamente por quem a mocinha se apaixona. Pensem num "homem justo" dos tempos do orkut.

Herland é considerada uma importante obra feminista. Isto só se explica por causa da importância geral de Gilman nos seus "questionamentos" do papel da mulher na sociedade que, vistos hoje, parecem bobos e até ingênuos pq, para nós, esses "questionamentos" são datados. O que é um "questionamento" para Gilman hoje é o comportamento padrão de uma mulher moderna não metida a feminista.

Se fosse lançado hj, Herland ia revoltar as feministas. Já imagino o que iam dizer: "mas que machismo uma mulher abandonar uma utopia feminista para fugir com um homem para o patriarcado opressor!" (no final ela decide sair de Herland com o marido macho-alfa).

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Convidado em 11/12/2015, 01:38

Rant Casey escreveu:
Joe escreveu:
O Ashura tocou num ponto importante.

Se vcs forem ler sobre as feministas do século 19, verão que, para os padrões de hj, elas são conservadoras.

A Charlotte Perkins Gilman, por exemplo, tinha todo um discurso anti-aborto e pró-família. O feminismo "roots" não contradiz o conservadorismo. Basicamente pregavam igualdade política e econômica, mas não enxergavam isso como algo que interferisse com o papel tradicional da mulher. Qualquer feminista do século 19 ou das primeiras décadas do século 20 passa tranquilo por uma mulher antifeminista dos anos 2000.


As Sufragistas americanas originais eram massivamente membras da WKKK, a Women's Klu Klux Klan. Não é por acaso que Margareth Singer, apologista do aborto da época, era racista e via isso como meio de controle da população negra. Também não é coincidência a obsessão feminista com estupro.

Explico.

No final do sec XIX a WKKK tinha 25 milhões de MEMBRAS nos EUA. Era a massa do Sufragismo. A campanha circulava panfletos que eram uma mistura de ideologia sulista com moralidade vitoriana, que diziam basicamente que o branco é moralmente superior ao preto, e a mulher moralmente superior ao homem, e portanto, o destino da mulher (tratando-se de uma naçaõ que acredita ter um destino) era governar o mundo e tornar-lo "maternal".

Após a abolição americana, houve uma histeria coletiva entre os sulistas, quanto ao medo de estupros de brancas por parte dos negros. Nesse contexto, aconteciam os linchamentos famosos, que vitimaram algo em torno de 600 homens negros. Um "bom dia" pra branca errada, e ela gritar "assédio! esse creoulo encostou em mim", a polícia não tinha nem tempo de chegar: quando chegava o pobre tinha apanhado até ficar inconsciente, sido enfocardo, e queimado.

O receio de represálias aos negros depois da abolição motivou em parte a criação da NRA (National Association of Rifles), que era consituída de Republicanos que armaram os negros para auto defesa. Lembrando, não tinha gangsta rap na época, mas tinham linxadores.

Pois bem, até os dias de hoje, os herdeiros da KKK (os democratas e progressistas), prosseguem com os mesmos discursos, apenas com outras roupagens. Seus valores "hiperbrancos", seu ódio à NRA, e sua obsessão com estupros. Novos tempos, novas roupagens - mesmas obsessões.

Até mesmo em termos de americanos é perigoso dizer "conservador" desse ou aquele.

Digamos, os Republicanos são considerados "socialmente conservadores", mas são em realidade bastante liberais na maioria dos temas, e tiveram a frente na abolição e nos Direitos Civis (Martin Luther King era republicano).

Os Democratas no entanto, possuem um histórico de facto "conservador" no sentido ruim que se dá à palavra quando se a usa com ofensa, apenas travestindo seus preconceitos de outras formas. Ainda são os mesmos calvinistas, puritanos, vitorianos de sempre. Pálidos feito vela, com alguma cara morena pra se exculparem volta e meia, mas apenas imagem.

Pergunta (e também para mais alguém que saiba): tem link ou livro para esses assuntos? Me interesso pela genealogia e história do feminismo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 11/12/2015, 01:45

Eric Heisel escreveu:Pergunta (e também para mais alguém que saiba): tem link ou livro para esses assuntos? Me interesso pela genealogia e história do feminismo.

O livro "O Outro Lado do Feminismo", apesar de ser mais sobre os podres do feminismo, aborda também a história do feminismo norte-americano (justamente para expor suas cagadas. A parte sobre a emenda ERA na constituição é inacreditável).

http://www.livrariacultura.com.br/p/o-outro-lado-do-feminismo-46099320

É uma leitura interessante pq mostra como feminismo é basicamente paranoia de mulher de sociedade capitalista de primeiro mundo que acha que seu valor como ser humano está na sua conta bancária.

Aqui fiz uma pequena resenha (último post):

http://eusouarcaico.forumeiros.com/t673p30-editora-simonsen-a-editora-reaca-do-mercado-editorial

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Convidado em 11/12/2015, 01:59

Joe escreveu:O livro "O Outro Lado do Feminismo", apesar de ser mais sobre os podres do feminismo, aborda também a história do feminismo norte-americano (justamente para expor suas cagadas. A parte sobre a emenda ERA na constituição é inacreditável).

http://www.livrariacultura.com.br/p/o-outro-lado-do-feminismo-46099320

É uma leitura interessante pq mostra como feminismo é basicamente paranoia de mulher de sociedade capitalista de primeiro mundo que acha que seu valor como ser humano está na sua conta bancária.

Aqui fiz uma pequena resenha (último post):

http://eusouarcaico.forumeiros.com/t673p30-editora-simonsen-a-editora-reaca-do-mercado-editorial

Obrigado pela indicação.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por lucasao em 11/12/2015, 10:30

O post do Rant me lembrou outra vez da manipulação da linguagem como arma na mão dos progressistas. Nos EUA, por exemplo, os caras que se autodenominam "liberais" são justamente aqueles que tentam a todo custo restringir as liberdades individuais.
avatar
lucasao
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 429
Data de inscrição : 27/10/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Rant Casey em 11/12/2015, 11:47

Joe escreveu:
Rant Casey escreveu:
De mais a mais o "conservadorismo" do SEc XIX não pode ser contrastado com o de hoje, porque "conservador" é entendido como um termo contextual, situado no tempo. Na maioria das vezes, um anacronismo persistente. Dizer que as sufragistas eram "as conservadoras de hoje" é bobagem. Em realidade, já naquela época o conceito de "engenharia social" (via aborto e eugenia por exemplo) não era estranho a elas. Vide Margaret Singer.

Que se desfaça a visão de que conservadorismo é sinônimo de anacronismo: é uma oposição em realidade a engenharias sociais, algo não novo, representado por exemplo pelo positivismo e o secularismo, e o cientificismo. O conservador não se opoe a mudanças, mas sim vê a evolução da técnica e da ciência como apartados da evolução orgânica dos grupos sociais, e desconfia ou se opõe, à criação de "um novo tipo humano".

Na verdade Margaret Sanger não era a favor do aborto. É um erro comum a seu respeito.

http://www.xr.pro.br/Ensaios/Margareth_Sanger.html

"Ainda que seja difíci encontrar alguma ideologia mais fradulenta e que o Abortismo, ele não tem o monopólio da desinformação, há anos circula pela web, amplamente divulgado por Pró-Vidas, a afirmativa FALSA de que Margareth Sanger (1879-1966), fundadora da Planned Parenthood e que de fato era racista e eugenista realmente defendendo a redução da população negra, seria uma defensora, talvez a primeira, do aborto.

MAS ELA NÃO ERA um Defensora do Direito ao Aborto e MUITO MENOS UMA ABORTISTA! Pelo contrário! Era contrária, e defendia a contracepção exatamente para minimizar a ocorrência da prática. Somente DEPOIS de sua morte foi que a Planned Parenthood viria a se tornar de fato a maior organização mundial de promoção de aborto, e um dos maiores baluartes do Abortismo.

Essa desinformação sem sido repetida em massa, inclusive pelo documentário Blood Money, no entanto, carece de qualquer fonte confiável. Pelo contrário. No texto de 1918 Birth Control or Abortion?, da própria Margareth Sanger, pode-se notar um discurso mais parecido com uma apologia pró-vida do que qualquer coisa abortista. Ela defendia os métodos anticoncepcionais e de esterilização exatamente para evitar os chamados "abortos de beco" (back-alley abortions) , visto que os mesmos eram por demais arriscados."


Detalhe: quem escreveu isso foi uma de nossas "crias". Era leitor da RM e, a grosso modo, "conservador" e contra o aborto.


Da boca do cavalo então:

http://www.lifenews.com/2013/03/11/10-eye-opening-quotes-from-planned-parenthood-founder-margaret-sanger/

I rest my case.

_________________________________________
Guess what? I have a fever. And the only prescription is more cowbell!
https://www.youtube.com/watch?v=fyV2cPLuFuA

SKAVURSKA!
avatar
Rant Casey
Pontifex Anarco-DadaMestre
Pontifex Anarco-DadaMestre

Mensagens : 2360
Data de inscrição : 14/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Joe em 11/12/2015, 12:49

Eu já tinha visto esse link das citações.

Nenhuma dessas citações é  pró-aborto, mas pró-eugenia e controle de natalidade, o que é diferente de aborto em si. Uma pessoa pode ser a favor da eugenia e controle de natalidade e ser contra o aborto (caso de Sanger), assim como pode ser contra a eugenia e a favor do aborto (caso dos esquerdistas modernos em geral).

A única que pode ser interpretada como pró-aborto é essa.

"Article 4. No woman shall have the legal right to bear a child, and no man shall have the right to become a father, without a permit…"

Porém, o link foi deletado. Fui atrás da fonte e achei.
https://www.nyu.edu/projects/sanger/webedition/app/documents/show.php?sangerDoc=101807.xml

Sobre o artigo 4, ela diz:

"Certainly the regulations would not increase the production of children in the wrong families; the tendency would be the other way. However, a general respect for the law regarding birth permits might be fostered by punishing transgressors. Society could not very well put a couple into jail for having a baby without permission; and in the case of paupers a fine could not be collected. How then should the guilty be punished? By blacklisting?By depravation of certain civil rights, such as the right to vote? If punishment is not practicable, perhaps we can go the other way around and consider awards. If it is wise to pay farmers for not raising cotton or wheat, it may be equally wise to pay certain couples for not having children."

Note que o artigo 4, fora do contexto, dá a impressão de que ela está dizendo "vai ter que abortar na marra". Mas lendo o texto todo, percebe-se que não é isso. Ela defende que as pessoas tenham permissão do estado para ter filhos, mas em lugar nenhum defende forçar alguém ao aborto.

Não estou defendendo Sanger. Óbvio que ela não era flor que se cheire.  Apenas repassando as informações que me foram dadas. Eu tbm achava que ela era abortista até o olavette que conheço me corrigir. Eu tbm insisti que era abortista e ele me passou mais textos escritos pela própria Sanger provando que ela não era.

A ideia de Sanger era fazer preto e pobre parar de ter filhos via anticoncepcional. Uma eugenia via pilula, por assim dizer.

_________________________________________
""Ain't nothing sadder than an outdoor cat thinks he's an indoor cat."
avatar
Joe
SATANISTA

Mensagens : 3509
Data de inscrição : 01/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por lucasao em 11/12/2015, 14:05

"Deturparam Margaret Sanger!" - O próximo cartaz dos protestos hehe

Mas falando sério, ainda que não tenha se manifestado favorável ao aborto, os frutos de seu trabalho falam por ela. Suas ideias eugenistas permanecem intactas sob o capuz da Planned Parenthood, mas agora aplicadas com uma eficiência assustadoramente maior por meio das políticas de controle de natalidade e aborto legalizado. Uma indústria bilionária que explora o mito da superpopulação mundial e a liberdade sexual das mulheres.

E mais uma vez, a manipulação da linguagem foi uma arma eficaz: "birth control" virou "planned parenthood", aborto virou escolha, bebê virou feto etc. Eufemismos politicamente corretos e nada inocentes.
http://studentsforlife.org/files/2012/07/Scanned-from-a-Xerox-multifunction-device0011.pdf
avatar
lucasao
Aspirante a Dadaísta
Aspirante a Dadaísta

Mensagens : 429
Data de inscrição : 27/10/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quem diria? Até gostosa tá virando masculinista.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum